ESTE NÃO É UM ESPAÇO PARA FAZER AMIGOS; É PARA INFLUENCIAR PESSOAS.



12 de set de 2013

O TROCO
No jogo de cena do Supremo Tribunal Federal o placar está 4 x 2 para os embargos infringentes. Mas para Lewandowski já está 5 x 2. Falta um só para o tribunal dar o troco à antipatia que tem pelas posições de Joaquim Barbosa. O inerte Ministério da Promoção da Igualdade Racial não diz nada, mas no Brasil da Silva todo mundo já previa a derrota de um único ministro negro numa bancada de 11 supremos julgadores. Zé Dirceu e sua camarilha estão demitindo Joaquim Barbosa. Tá tudo dominado.

QUEBRANDO REGRAS
A confirmar-se o nocaute técnico do Supremo no julgamento do mensalão em que o maior réu é a própria mais alta corte de justiça do País, ninguém mais poderá dizer no que é mesmo que esse Brasil da Silva vai se transformar. Quando a lei serve de valhacouto para quem transgride a lei, não resta outra saída para um povo a não ser valer-se também da quebra de regras em tudo e por tudo. E assim, transformado em um poder semelhante e sem um pingo de respeito e de vergonha, sobreviver em uma nação de malfeitores. E então, essa quebra de braço vencida pelos corruptos e quadrilheiros, será estabelecida definitivamente a Lei do Vale Tudo. O bem perde para o mal. E o verdadeiro lutador brasileiro joga a toalha.

11 de set de 2013

BAZÓFIA
Dirceu, interpreta à barra do STF o velho guerrilheiro de balas perdidas: "Vou continuar defendendo o PT e o governo". Bazófia. Vai estar apenas se defendendo. Ninguém é mais PT e mais governo do que ele mesmo pensa e diz que é. Resta saber se o PT e o governo - como se um não fosse o outro - querem um defensor desse calibre.

PROCURANDO ACHA
Tá bem, tá bem, a milícia governamental da Polícia Federal procurou e achou no Ministério do Trabalho. Quem procura por ali, sempre acha. Agora é só começar a procurar e achar nos outros prédios da Esplanada dos Ministérios da Dilma. A PF pode procurar até por ordem alfabética, só pra facilitar. E ninguém precisa se alvoroçar, porque em matéria de corrupção e quadrilha, nem sempre os últimos serão os primeiros. Ou vice versa.

INDIGNAÇÃO
Zé Dirceu diz que fica "indignado" quando dizem que ele "vai sair do Brasil". O Brasil é que fica indignado quando ele diz que vai ficar.

RESTRIÇÃO
Câmara dos Deputados restringiu visita, vetou faixas e cartazes no recinto da Casa do Povo. O povo agora tem todo o direito de restringir santinhos, panfletos, posters, banners, faixas, cartazes e palanques. O povo agora tem todo direito de decretar o fim do torturante horário gratuito eleitoral na TV. É o jeito o povo dar o troco e acabr com essa farra dessa pandilha entra na casa da gente.

CÃES ROMENOS
Os deputados romenos aprovaram uma lei que autoriza a eutanásia para cachorros de rua. Se os próprios deputados saírem à rua para cumprir a lei, correm o sério risco de se matarem uns aos outros.

DEMOCRACIA DA SILVA
Mascarado, o black bosta bradava pela rua que tomou dos cidadãos de bem: "Transparência!".

PERÍCIA
Wesley, o terceiro suspeito de matar o menino boliviano, foi achado morto. Havia marcas de tiros nas costas dele. Só falta a perícia concluir que ele se matou diante do espelho.
SEGREDO DE POLICHINELO
Se Barack Obama ficou sabendo de tudo um pouco e mais ainda sobre as andanças e governanças de Dilma Vana, imagina só o que não viu e ouviu de gritos e sussurros no aconchego daquele chatô, metido a escritório avançado da Presidência da República, implantado por Lula em São Paulo e animado por Rose, a desenvolta segunda-dama?!?

Nada do que deitava e rolava por lá é sabido agora pelos brasileiros, porque a gandaia corre em segredo de Polichinelo na Justiça. Isso, para os brasileiros republicanos, já que para o americano nativo de Honolulu, o democrata Barack Hussein Obama tudo está muito claro e pra lá de explícito.

Não é nada, não é nada, esse tipo de inconfidência, é uma bela moeda de troca na hora de resmungos, ataques de nervos e cara feia.
"QUALQUER LUGAR", VÍRGULA!
Foi publicada a exoneração do vice-ministro do Ministério do Trabalho, o secretário executivo, Paulo Roberto Pinto. Suspeito de participaçãonuma fraude que até agora mostrou um achaque aos cofres ministeriais de mais de R$ 400 milhões, ele pediu demissão ontem. O pateta Manoel Silva, ministro da Pasta, já toma ares de que está tudo resolvido: "Qualquer lugar tem irregularidade" - disse ele, desdenhando a ladroeira. "Qualquer lugar tem irregularidade" vírgula! Qualquer lugar, na Esplanada dos Ministérios de Dilma Vana.


AVALIAÇÃO FINAL
A prova final para os médicos formados no exterior será realizada nesta sexta-feira. Mais de 600 profissionais da saúde portadores de diplomas também importados serão submetidos a numerosas e cansativas três perguntas: 1) O que é uma seringa? 2) Você sabe dar injeção? 3) Vai continuar ou desistir?

FHC IMORTAL
Pronto, para desgosto de Lula o detentor da maior coleção de títulos de doutor honóris causa da história desse pais, Fernando Henrique Cardoso assumiu afinal sua cadeira na Academia Brasileira de Letras e, como se não bastasse o espezinhamento, ainda disse com sua pose de Príncipe dos Sociólogos nacionais que é preciso "reinventar a democracia" no País. Agora, mais imortal que Lula e tanto quanto Zé Sarney, FHC se deu ao luxo de fazer autocrítica, lamentar a falta de "alma democrática" e denunciar o corporativismo político brasileiro de "cupim". Tudo essa machadada fez parte, é claro, do seu discurso de chegada na Casa de Machado de Assis, em que todos são eternos, enquanto duram.

No ano que vem Brasil vai para o segundo turno

A CNT, você já conhece, é a Confederação Nacional do Transporte - criada em 1954 como sindicato de grau superior e sem fins lucrativos, contando com o suporte da velha e amiga "contribuição sindical"; o MDA Pesquisa é um instituto nascido em 1988 na cidade Lavras, nas Minas Gerais bem no seio de quem conta a História Oficial e que hoje mantém convênio com a Universidade Federal de Lavras, organismo vinculado ao MEC. Nesse cenário, um encomenda e outro cumpre.

Pois para quem gosta só de pesquisa "científica" e para quem acredita nelas, CNT e MDA se uniram para saber como vão as coisas no Brasil da Silva.

E então concluíram  que a president@ Dilma tinha na semana passada 36,4% da intenção de voto dos brasileiros para as eleições de outubro do ano que vem.  Marina Silva teria 22,4%, Aécio Neves contaria com 15,2% e Eduardo Campos, desfrutaria de honrosos 5,2%.

Quer dizer, daqui a um ano, a turma vai para o segundo turno. E então, se Marina e Aécio se juntarem, vão para 37,6% e Dilma Vana dá os doces. Mas, nada é o que parece. Eduardo Campos com seus 5,2% vai fazer a diferença.

Vai ser tudo como sempre, um grande, um imenso mensalão. Nisso, eu acredito. Mensalão está no DNA da política brasileira.

Outro Pateta!

Manuel Dias, ministro do Trabalho de Dilma, não sabia de nada do que estava acontecendo debaixo do seu nariz. Entrou num ninho de mafagafes, cheio de mafagafinhos e não desmastifagafizou ninguém. Não sabia que o seu secretário executivo estava envolvido até os gornes numa falcatrua de pelo menos R$ 400 milhões, coisa corriqueira naquele ninho que já foi de Carlos Lupi, o revisteiro de Brizola. 
E Manuel Dias, coitado, não sabia de nada. Nem fazia nada. Era, no mínimo um come-e-dorme a mais na Esplanada. Um desses tipos assim de fachada que infestam um regime que tem plano de poder, mas não tem programa de governo.  
Manuel Dias, como Lula no mensalão, não sabia de nada; também não sabia, não via e não fazia nada no seu ministério, como um dia não sabiam e não faziam nada Wagner Rossi, na Agricultura; Alfredo Nascimento, nos Transportes; Pedro Novais, no Turismo; Orlando Silva, no Esporte; Ideli Salvatti, na Pesca; Palocci, na cadeira de eminência gata e parda... 
 
Nesse grande palco de diversões, Manuel Dias é só mais um pateta. Um pateta que mal consegue esconder o Pluto que tem dentro dele. E a bruxa malvada não faz nada. Esses contos infantis, essa ficção inocente já estão cansando a beleza da nação brasileira. Melhor é ler de novo O Pequeno Príncipe. Não, O Príncipe, de Maquiavel, não. Basta o noticiário do Planalto.
À BEIRA DO GOLPE
Está bem, Zé Dirceu e seus mensaleiros estão hoje a um passo da cadeia. O Supremo Tribunal Federal, no entanto, está com um pé no terreno da igualdade com o Congresso Nacional, uma das instituições que causam aior indignação popular. Basta que os embargos infringentes procrastinem para sempre o julgamento do escandaloso e desmoralizante mensalão. Com a justiça se transferindo para o Dia de São Nunca, Joaquim Barbosa pode até demitir-se das funções de presidente e tirar o corpo fora de uma corte que rasgou a Constituição. E então, os lulistas e seguidores de Dirceu terão finalmente dado o grande golpe na sua inimiga N° 1, a primeira-mulher-president@ Dilma Vana. Barbosa será imbatível na corrida rumo ao Palácio do Planalto no ano que vem.

Em um campo de Boston...

Portugal sem Cristiano Ronaldo é o Barcelona sem Messi, ou o time da CBF sem Neymar. Mas a seleção do Felipão entrou assim contra Portugal pensando que tinha jogado naqueles 6 x 0 contra a Austrália, como o Barcelona jogou nos 8 x 0 contra o Santos.

Aos 12 minutos, Raul Meireles, um moicano português, mais esquisito que aquele Guiñazu que foi do Inter, cabeceou com violência e a bola deu na trave esquerda de Julio Cesar. Elogiado por seus companheiros, no lance seguinte ele quase se matou; foi atrás da dica do seu ponta de lança: "Dá de cabeça no gol!". Ele deu.

Um minutinho depois, Maicon jogou como se fosse um típico zagueiro português: serviu de bandeja o próprio suicida Meireles que fez 1 x 0 para Portugal. Ele quase morreu de novo. Dessa vez porque nem ele estava acreditando no presentão que recebera.

Aos 24 minutos, Neymar cobra escanteio à la Neymar e Thiago Silva empata com uma cabeçada e tanto. Bola no ângulo e 1 x 1 no placar. E o Felipão nem vibrou. Sua porção lusitana não deixou.

Dez minutos exatos mais tarde, Neymar faz os portugueses entrarem na bicha e vira o jogo. Golaço e 2 x 1 para o selecionado dos cartolas da CBF. E, de novo, o Felipão nem vibrou.

Termina a primeira etapa. E, para gaudio de quem é do ramo dos bons resultados esportivos, como Agnelo Queiroz, vem aí o Segundo Tempo.

Mal começa e Neymar enfia para Maxwell que cruza para Jô dar o ar de sua graça. Não entrou com bola e tudo porque teve humildade e... Gol! Pronto, 3 x 1 e deu pra bola. O Felipão não vibrou. Então tá, já que é assim, ele bem que poderias ir treinar outra vez a Seleção de Portugal, ora pois.

O resto do amistoso por rapadura se arrastou pelo campo de Boston. Oscar e Hernanes entraram no amistoso. Não fizeram bem ao meio de campo do time da CBF. Henrique, Pato e Lucas também participaram da festa portuguesa, com certeza. Nem chegaram a tocar na bola.

E assim é que depois do retoruço em um campo de Boston, todos estão prontos pra outra. Mas eu só quero ver o que vai ser desse time no dia em que o Barcelona não deixar o Neymar jogar.

10 de set de 2013

Y ASÍ PASAN LOS DIAS...
O Instituto das mais caras palestras do Brasil y quizás, quizás, quizás del mundo, já pensa em pedir indenização do Estado que até agora não diz onde está Rose. A tese faz sentido, afinal a família do operário que sumiu da Rocinha está recebendo, por decisão judicial, um salário mínimo mensal do Estado do Rio, que não sabe cadê o Amarildo. Y asi pasan los dias y todos desesperados... Y la policia carioca contestando: estan perdiendo el tiempo por lo que todos mas quieran...

INGRESSO LIMITADO
A Casa do Povo encolheu. Agora o número diário de visitantes é limitado no recinto do Congresso, como nos melhores zoológicos do planeta. Daqui a pouco o público vai ter que pagar ingresso para ver de perto a fauna que habita aquela área de devastação nacional. O que não falta por lá é atração: ratos, gatos e, sempre, muita mosca.

GUERRA EM PAZ
O tirano de grande credibilidade na ONU e na Síria, Bashar al Assad concordou afinal com a proposta de entregar o controle do seu arsenal químico nas mãos dos organismo apropriado das Nações Unidas. Pronto, vai continuar metralhando o seu próprio povo e bombardeando o seu país na mais perfeita, consentida e imperturbável paz.

SURPRESA
Felipe Massa anunciou ontem que vai deixar a Ferrari no fim do ano. A Ferrari foi a última a saber que ele ainda é piloto da sua escuderia.

MINISTÉRIO DOS DESFALQUES
Paulo Roberto Pinto deu uma cravada de mais de R$ 400 milhões no Ministério do Trabalho. Flagrado com a boca na botija, por causa da pingolada nos cofres da casa pediu demissão do cargo de secretário-executivo, uma espécie de vice-ministro da pasta. O Ministério do Trabalho é aquele mesmo lugar de onde Carlos Lupi saiu às pressas, sem que fosse disparado um só tiro contra ele. É o mesmo ministério em que Lupi continua mandando, sob o olhar complacente da faxineira-president@, Dilma Vana.
GOVERNANÇA DA INTERNET
Pra lá de satisfeita com o efeito cascata que a liberação de emendas parlamentares provocou no Congresso, Dilma Vana agora pegou o gancho da arapongagem que sofreu de Barack Obama e já trombetou querendo pressa nos trâmites da "governança da internet", codinome que inventou para o antigo Marco Civil da Internet, tranchaço na liberdade de expressão.

IMPROCEDENTES
Não há no STF precedente algum de acolhimento de embargos infringentes para matéria penal desde que foi promulgada a Constituição-Cidadã de 1988. Por acaso, a Constituição vigente no país. De lá pra cá, a mais alta corte de justiça Brasil analisou 45 recursos desse tipo e feitio. Recusou 37 deles e dos oito que aceitou, nenhum deles tinha qualquer coisa a ver com matéria penal. Talvez por que infrinjam o que está escrito, os embargos atendem pelo nome de infringentes. Se não infingissem, desobedecessem então seriam embargos desobedientes.
DIRCEU DE BLOG ABERTO
A um dia da cadeia, Zé Dirceu já prepara a sua tropa de choque para acompanhar de perto e pressionar os 10 ministros do STF que estarão decidindo nesta quarta-feira se rasgam a Constituição e aceitam os embargos infringentes apresentados pelos defensores dos mensaleiros. Hoje, abriu seu blog para perguntas de internautas. O que será que ele quer dizer com isso? Deve haver alguém que tenha alguma pergunta a fazer para Dirceu. Certamente não será um daqueles a quem o próprio Dirceu acusa de detratores e a quem pretende premiar com a "governança da internet", nova denominação para a censura, assim recentemente batizada por Dilma Vana.

PERGUNTINHAS BÁSICAS
Tá bom, só pra não dizerem que é má vontade, então vou fazer duas perguntinhas básicas daqui mesmo, sem me enfiar no blog do Zé Dirceu, até porque eu acho que ele não sabe de nada: 1ª) Quem matou Toninho do PT? 2ª) Quem matou Celso Daniel?
AS DUAS
Das duas, uma; ou as duas: as milícias policiais do governo têm medo dos black bostas, ou são cúmplices dos baderneiros que afastaram o cidadão de bem das ruas. A quem interessa sufocar a voz rouca das ruas forçando o povo a ficar em casa?
E O GRITO DO IPIRANGA?!?

É impressionante o sentimento de solidariedade do presidente de honra do PT com relação ao chefe Zé Dirceu e seus mensaleiros. A banda está a um dia da cadeia e Lula - que era chefe de Dirceu que era chefe da Casa Civil que era do seu governo - não move uma alga, um banquinho de coral sequer.

Lula não abre a boca, nem move os tentáculos para nada que passe por perto do Supremo Tribunal Federal, onde ele levou uma "punhalada pelas costas" daquele ministro que ele indicou como se ele, o próprio Lula, fosse um mecenas no grande teatro do que chama de igualdade racial.

A voz do polvo não se faz ouvir sobre a "farsa" do mensalão, desde que a Operação Porto Seguro afundou aquela nau dos insensatos no mar de Rose e seus aguapés que navegavam em águas turvas naquela navio pirata que singrava as ondas da Presidência da República, às margens do Ipiranga, em São Paulo. Isso é que é solidariedade, ou o que é isso, companheiro?!? Cadê o grito do Ipiranga, cadê?!?
A UM DIA DA CADEIA
Estamos a um dia apenas da cadeia para Zé Dirceu e seus mensaleiros. Ou não. Os 10 ministros que ainda não disseram se aceitam avaliar os embargos infringentes - Joaquim Barbosa já votou contra - podem, nesta quarta-feira, condenar a mais alta corte de justiça do País ao vexame de rasgar a Constituição.

MAIS ROUBALHEIRA NA SAÚDE
Fraude nos hospitais - públicos e particulares - vai a mais de R$ 4 bilhões de reais por ano. O roubo está na rotina safardana conhecida por AIH - Autorização de Internação Hospitalar. A isso se chama descuidar da coisa pública. Há quanto tempo isso acontece na saúde pública brasileira? Quantos bilhões já escoaram pelo ralo da fiscalização displicente? Quantos hospitais no padrão Fifa deixaram de ser construídos? Quantas vidas se perderam? Melhor que cuidar da estrutura, do aparelhamento, do suprimento de materiais e medicamentos; melhor do que construir hospitais, do que estabelecer e cumprir um verdadeiro programa de saúde pública, o governo acha que precisa importar mais médicos. É um regime de governo sem noção; faz saber, mas não sabe fazer.

ENTREMENTES...
Enquanto isso, estoura mais um escândalo no Ministério do Trabalho - sesmaria de Carlos Lupi, aquele que "ama" a president@ Dilma. O rombo é pra lá de R$ 1 bilhão. Outra arapuica da Esplanada que está fora de controle.

PAROU POR QUÊ?!?
Cadê os resultados da Operação Porto Seguro - aquela que acabou com la vie en Rose de Lula no chatô de negócios extraoficiais do governo Dilma, em São Paulo? Parou por quê? Por que parou?

RESCALDO DA INDEPENDÊNCIA
Só vândalos mascarados e pelegos de carteirinha foram às ruas no Sete de Setembro. Além deles, alguns predadores contumazes do patrimônio público estiveram nos palanques blindados e precavidamente distantes do aplauso do povo.

REGIME DE MILÍCIAS
O brasileiro vive na democracia da Silva sob um regime de milícias governamentais que substituem os mecanismo de defesa da população. Repare só como, assim que acionados pelo governo, atuam com imediata e notável opacidade a Polícia Federal, os partidos políticos, os ministérios, os institutos, as ONGs, os blogueiros amestrados, os consultores, os lobistas, os departamentos comerciais da mídia mais poderosa, os bancos, os sindicatos pelegos... O brasileiro está cercado de milícias. Vive sob tratamento de choque. E já não sabe mais se confia no bandido ou no mocinho.

VAI JORRAR DINHEIRO
E, então, como se o petróleo fosse nosso, a Câmara aprovou a toque de caixa a destinação dos royalties para a educação e a saúde, conforme Dilma Vana queria alardear para o grande e respeitável público. No grande palco da ilusão, foi apresentada à plateia nacional mais uma notável promessa: 75% para a educação e 25% para a saúde. E assim é que a milícia petrolífera fará jorrar bilhões de reais nos próximos anos. Espere sentado à beira de qualquer canteiro de obras do PAC, como está esperando a entrega de 2 milhões de casas populares e as 10 mil creches que teimam em não sair do papel.

OBAMA ARAPONGOU LULA
Se o Instituto Lula saísse do armário e prestasse para alguma coisa que não fosse palestra e lavagem de roupa suja, já teria interpelado Barack Obama - num gesto de solidariedade a Dilma Vana, a Bisbilhotada - querendo explicações sobre como é que ele ficou sabendo que Lula era "O Cara". O instituto quer saber quais foram as fontes que lhe serviram de base para tal descoberta. Se Obama não responder, Lula é capaz de nunca mais palestrar em Nova Iorque. mesmo que não tenha nenhuma conferência agendada para os Estados Unidos, elas estão canceladas desde já.

MURICY SALVA SÃO PAULO
Paulo Autuori já era no São Paulo. Entra Muricy Ramalho. Sua maravilhosa retranca salvará o tricolor paulista do descenso e, na base de suas famosas goleadas de 1 x 0, fará o São Paulo voltar ao clube dos grandes do futebol brasileiro.

9 de set de 2013

Tá na cara


Pois é, como a gente estava falando... Nem todo mascarado a gente prende e arrebenta! 

JAGUNÇOS PARA A SÍRIA
Peraê, deixa ver se a gente entende: o Ban Ki Moon mostra na ONU as provas de que Bashar al Assad usou armas químicas para dizimar o seu próprio povo e espera que o tirano sírio entregue as armas para os xerifes do mundo e fim pros paus?... Acaba o frege, não tem mais guerra e fica tudo como está?!? Ah, esse caras estão bobeando. Chama o nosso mediador-mor - amigão e companheiro de todo mundo - que ele acaba com esse conflito: manda pra Damasco aqueles jagunços que mataram o Celso Daniel e pronto. Podem virar o planeta de pernas pro ar que nunca, jamais, alguém vai saber quem matou Al Assad.
ENROLADORES
Não há nada mais bisonho do que ver e acreditar na cara de paisagem dos enroladores Mano Menezes e Paulo Autuori, depois de cada apresentação de Flamengo e São Paulo, respectivamente, mas não necessariamente nesta ordem. Se Autuori fosse do Mengo e Mano do São Paulo, daria tudo na mesma. Os dois sempre assumem a "responsabilidade". Como se isso fosse preciso e como se ninguém soubesse de quem é mesmo a culpa.

Bateu saudade de ver e ouvir Chico Buarque cantando
"Acorda, amor!"...




1983 a 2013 - 30 Anos das Diretas Já

E foi nisso aí que deu...


APRENDIZES DO CAOS
Que espetáculo! Agora o Ministério da Saúde, do beijoqueiro Alexandre Padilha, entregou a legião estrangeira de médicos à sua novel Secretaria de Gestão Médica e Hospitalar. O secretário e os monitores são os mesmo que vêm conduzindo a saúde pública no Brasil. Quer dizer, os médicos estrangeiros não vão aprender nada que preste.

FIM DA GUERRA
Em matéria de guerra, esses americanos são mesmo imbatíveis. Agora, o secretário de Defesa dos EUA diz quese Assad entregar até quarta-feira as suas armas químicas, a Síria não será invadida. Então, tá. Assad entrega meia dúzia de artefatos bélicos e fica tudo como está só pra ver como é que fica. Como os Estados Unidos botam fé em Assad. Isso é que é guerra, não é aquela porcaria do Vietnã.
DIA-D NA SÍRIA
Diga lá o que Assad disser, os Estados Unidos estão com o dedo no gatilho prontinho para disparar um remake do ataque de Pearl Harbor. Tudo é só uma questão de tempo. Vem ai, o novo Dia-D.

PARADA DURA
A seleção da CBF joga nesta terça-feira, lá nos Estados Unidos, contra o time de Portugal. Essa parada é mais dura que a Austrália. Todo mundo fala a mesma língua.

CADÊ?
Frustração: o novo levantamento pericial sobre o paradeiro de Amarildo não levou a nada. Esta segunda reconstituição do sumiço der Amarildo não levou ao paradeiro dele e nem sequer provou que foi Aamarildo e não o menino de 13 anos o autor daquela chacina da família de policiais, em São Paulo.

SEM PISTAS
Outra família é encontrada morta dentro de casa, em São Paulo. Desta vez foi em Cotia, na Grande São Paulo. Morreram o casal e dois filhos pequenos. A polícia ainda não conseguiu demonstrar que as crianças praticaram mais esta chacina.

MORTO NO APÊ
O músico Champignon, da banda Charlie Brown foi encontrado morto no seu apartamento, em São Paulo. Nem o menino de 13 anos e muito menos Amarildo foram incriminados ainda pela polícia paulistana.
FRITURA
Segunda-feira outra vez. Mas não se avexe, não. A semana só começa mesmo é na quarta-feira, quando o Supremo Tribunal Federal vai decidir se bota na frigideira para frigir os embargos infringentes. Por enquanto Joaquim Barbosa, já fritou os mensaleiros. Outros 10 chefs de cuisine ainda têm que botar a mão no fogo.

OPORTUNISTA
O cara continua sendo mesmo um oportunista incorrigível. Agora que já percebeu que a sua batata está assando lá no Supremo Tribunal Federal, Zé Dirceu diz que vai cozinhar na cadeia.

DEMOCRATURA
Tá bom, mascarado tem mais é que se lascar. Mas, a ação das milícias governamentais deixam a nítida impressão de que elas voltaram ao velho "prende e arrebenta". O povo já está gostando mais do cheiro de cavalo.

PALAVRA DE HONRA
Bashar Al Assad, aquele tirano medalhado por Lula como seu amigo, irmão e companheiro, nega responsabilidade nos ataques químicos na Síria. Ah bom, se ele falou tá falado. Assad não mente.

PETROBUSINESS
A agência americana NSA também bisbilhotou negócios da Petrobras. Pelo visto, diante do que descobriu, acabou desistindo do Brasil. Sentiu-se uma reles aprendiz.

TROFÉU SUI GENERIS
Polícia que atacou covardemente jornalista que cobria o Sete de Setembro em Brasília, recebeu elogios do governo do Distrito Federal. Não, não foi porque o cara era jornalista; foi só porque ele estava lá, ora essa. Em todo caso é o primeiro caso de uma condecoração por abuso de força e truculência. Tem a cara do Argh!nelo Queiroz.

INFLAÇÃO
O dólar está no patamar dos R$ 2,40. O litro de leite, aqui na entrequadra comercial da Região dos Lagos, em Brasília, não sai por menos de R$ 3,60. Assim é que por R$ 70 o litro do Johnnie Red, a dose individual sem choro sai quase pelo mesmo preço do leite. Qualquer dia desses o Ministério da Saúde vai recomendar que as crianças tomem uísque com pão e manteiga antes de ir para o colégio. Eu só tomo àgua que, por aqui, também está pela hora da morte. RODAPÉ - Quanto a só tomar água, confesso: de quando em vez, eu minto.

SINGELEZA E DISTRAÇÃO
Só agora que dedaram, a espionagem americana é que o governo brasileiro se deu conta que nunca se preveniu contra nenhum tipoo de xeretagem e bisbilhotice. E agora que já sabe de tudo, pensa que só os Estados Unidos é que têm o mau hábito da invasão de privacidade. Dilma acha que o Putin, da Rússia e o Xi Jinping lá da China não sabem nada a respoeito dela, ou de Rose, a dama de ouro do baralho de Lula. Vai ver até que Dilma Vana pensa que Evo Morales, Nicolas Maduro, Fidel Castro e outros da mesma laia nunca meteram o bedelho no ronca-e-fuça dos criadores e criaturas desse governo singelo e distraído.

Make love, not war

A semana abriu bem do jeitinho que o diabo gosta. Quatro imagens coloridas para você ver como andam as coisas. O mundo gira. Vida que segue.


Uma praia de Pernambuco é sede de surf naturista. Se tudo der certo, não aparece nenhum tubarão e a modalidade pode fazer parte dos próximos Jogos Olímpicos aqui no Brasil, em Tóquio, ou onde quer que sejam. Torço para o local de competição tenha bastante piranha. Só para ver os peladões e as peladinhas nadando de costas.


Daniela Mercury não perde uma oportunidade sequer para mostrar que ainda é cantora. Um beijo na boca de sua mulher sempre dá holofote e impulsiona a venda de um novo CD. Esse beijo exibido e colorido foi tascado na parada gay de Salvador. E foi demorado, como é da indolência baiana.


O portal IG saiu do sério e lançou o iGay. Vem contando como foi mesmo que esse alegre garoto "saiu do armário duas vezes". Uma história pungente, para quem não tem lá essas coisas para noticiar.


No Rio de Janeiro, um beijaço gay, teve o efeito de uma apaixonada manifestação sabe contra quem? Contra o presidente russo. O alvo tinha que ser Putin. Logo ele, quer não quer a invasão da Síria. Esse beijo seria a antítese ao tradicional brado universal make love, not war.

8 de set de 2013

CAIU NA REDE

Jornal O Globo: "Desfile militar com Dilma não registra incidentes". Só depois da parada militar protestos tomaram, a Esplanada dos Ministérios. Sei lá, mas eu tive a nítida impressão de que, pela primeira vez na história desses desfiles, os tanques de guerra estavam prontos para atacar. Black Boloc é atrevido e inoportuno, mas não é louco.

Rádio CBN/Rio: "Tóquio vai sediatr as Olimpíadas de 2020". Essa foi a Tóquio de caixa.

BandNews Esportes: "Palmeiras vence Atlético-GO e reassume a ponta". Série-B para a Band é uma coisa tiupo assim nada a ver com  o Sete de Setembro.

BandNews Notícias: "Cai intenção de votos em Dilma". Pronto, foi só falar, e a Band já deu o ar da des/graça. No jeito de ver da Band a pesquisa Carta Capital/Vos Populi (blargh!) aponta uma queda de 13 pontos percentuais na intenção de votos para Dilma.

Jornal Folha de S.Paulo: "Câmara paga R$ 80 mil em aposentadoria para os réus do mensalão". Pô, supreendam-me, por favor! Domingo de ressaca do Sete de Setembro e os caras não têm notícia!?! A internet vem aí, laralaralará.

Jornal O Estado de S. Paulo: "Exército brasileiro precisa de R$ 58 bilhões até 2030. Corte no orçamento ameaçao Sisfron, programa avançado de defesa da fronteira". Bolas, é disso que a gente tá falando.  A turma da Dilma não brinca em serviço.

Não falta mais nada

Aceitar a opressão acaba sempre numa humilhante cumplicidade. Covardia é consentimento. 

O que falta na Democracia da Silva deste notável ano de 2013, para ser tudo aquilo que apedrejava há 20 anos quando FHC subiu a rampa em 1995 tomou gosto pelo poder e só passou a faixa oito anos depois para Lula que só a entregou para Dilma também oito anos depois, em janeiro de 2010?!?

Há um diplomata submetido a inquisição porque fez, com um senador boliviano, o que Tarso Genro e Lula fizeram com o criminoso italiano Cesare Battisti;

Há tapumes, barreiras, cordões de isolamento e aparatos bélicos de segurança separando o povo do governo, numa simples e habitual parada em homenagem à Independência do Brasil;

Há a ameaça de "governança da internet" e a teimosa e temível tentativa de implantar o cerceamento à liberdade de expressão no país com o codinome de Marco Regulatório das Comunicações;

Há black blocs a serviço dos senhores dos anéis, afugentando cidadãos honestos que manifestam sua indignação pacífica pelas ruas;

Há corrupção generalizada, licitações fraudadas, institutos que lavam dinheiro, consultores que fazem negócios públicos e notórios, lobistas internacionais da coisa pública; há novos ricos a todo momento, fortunas havidas de pai pra filho, de finórios para organismos estatais, verdadeiras mães brasileiras, de tetas enormes e decaídas;

Há injustiça e diferenças sociais entre os governantes e a população; há até ministros na Esplanda dos Ministérios;

Há chatôs disfarçados de escritórios de representação do governo, fazendo negócios escusos, desviando verbas públicas, gastando à gandaia, comendo, bebendo e fumando o cigarrinho de depois às custas do Tesouro Nacional;

Há um escândalo por dia - de mensalões e mensalinhos a compra, troca e venda de cargos e ministérios; há bombas e balas abafando a voz das ruas;

Há a roubalheira da Copa do Mundo do ano que vem, à espera dos rombos e roubos dos Jogos Olímpicos de 2016;

Há partidos de fachada; um Congresso sob encomenda; uma Câmara escura; um Zé Dirceu vigilante sobre o Supremo Tribunal Federal; há o Zé Sarney e seus emaranhados imunes e impunes;

Há a promiscuidade com a Unasul, versão latina da velha e estúpida Aliança para o Progresso aqui neste Cone Sul do Mundo;

Há as Forças Armadas sob controle, enfraquecidas, sucateadas, quase desmilitarizadas pela sua constituída comandant@-em-chef@;

Há Renan Calheiros presidindo o Senado; Henrique Alves, mandando na Câmara; o cuequeiro Zé Guimarães, liderando o governo; o Congresso na gaveta, o Estado no bolso;

Há Mais Médicos para a plebe ignara e os hospitais padrão Fifa para quem quer, pode e gosta do Sírio-Libanês;

Há um Brasil povoado por duas espécies diferentes de bípedes: as pessoas e os políticos.

O que falta nesta Democracia da Silva para ser tudo aquilo e muito mais que há 20 anos ela apedrejava? Talvez nem falte mais nada; quem sabe até esteja sobrando. Mas a história dos povos e dos seus países conta que a vida é assim: os homens se repetem nos homens.

O que não pode ser de domínio alheio e, muito menos cair na mão dessa pandilha que se alterna no governo e no poder, é a nossa liberdade de pensamento.

E na minha cabeça tenho e ninguém me tira, a ideia muito clara de que aceitar a opressão acaba sempre numa humilhante cumplicidade. Covardia é consentimento.

Sei hoje e há muito tempo que há uma espécie de solidariedade e uma vergonha compartilhada entre um governo que causa tanto mal e o povo que se conforma e se faz tolerante.

Se minha voz não está nas ruas, pelo menos minha palavra está escrita. E ela anda a cavalo. É a melhor maneira que tenho hoje de atropelar aquilo e a quem me impeça de ir em frente.

Afinal dizer o que não me podem impedir de pensar, não me custa mais do que a necessidade de não me entregar a quem tenha toda o poder nas mãos, menos a força de aprisionar meu pensamento.

Do Circo ao Carnaval

Não há vaia mais estrepitosa para um governo do que o desprezo do povo. Foi lindo ver pela TV neste Sete de Setembro a retumbante ausência dos brasileiros nas arquibancadas do grande circo armado em nome da Independência do Brasil.

Com medo da voz das ruas contra a corrupção e a apropriação indébita do Estado, o governo consumiu quase duas semanas do seu tempo espalhando o boato de que havia promessa de violência no ar.

Ergueu barreiras des/humanas, levantou tapumes de pau e ferro, disparou gatilhos de uma segurança em torno de si mesmo como jamais pensou proporcionar ao cotidiano do cidadão cujo suor enche as burras públicas que se esvaziam pagando os salários mais caros e ineficientes do mundo.

Mais que lindo de se ver o Brasil dando as costas para o governo, foi triste o brasileiro assistir ao primeiro desfile cívico da Independência do Brasil com cordão de isolamento. Foi assim, bem assim, que os governos acabaram com o Carnaval de rua no Brasil.

7 de set de 2013

Seleção da CBF 6 x 0 Austrália

No Maná Garrincha, Austrália foi uma espécie de palanque oficial na Esplanada dos Ministérios

Sabe quem não estava na Tribuna de Honra do Maná Garrincha? Ela mesma, sim senhor! É que o camarote oficial não tem tapumes e nem dista 800 metros do público. E outra coisinha mais, ela apenas preside o País do Futebol, não tem obrigação nenhuma de ser torcedora. No fundo, no fundo, a gente entende: ela ainda acha que futebol é coisa pra homem.

Mas tanto faz, como tanto fez, o Maná Garrincha estava meia boca. Pura meia boca rica. Nunca se viu tantos óculos de grife num estádio de futebol. E comendo grama lá embaixo, reforçada pela ausência de quatro tiulares do Felipão a Seleção da CBF traçava o time da Austrália com meia dúzia de gols.

Jô fez dois, só pra chatear o Fred; Neymar meteu o dele, Ramires, Pato e Luís Gustavo fecharam a fatura. Senti mais falta do Ganso, do Kaká, do Ronaldinho Ga´pucho e do Ronaldinho, do que dos quatro jogadores efetivos da Família Scolari.

A grande atração do espetáculo foi o público. Mais de 40 mil loiros ricos de olhos azuis e uns que outros afro-descendentes, todos bem vestidos e com cara de quem pode pagar o preço dos ingressos que ninguém sabe muito bem para o quê e para quem servem.

Olhando assim o público do Maná Garrincha, tem-se a nítida impressão de que se trata de uma plateia de terceirizados que estão de passagem por Brasília, terra que os acolhe e paga bem até a próxima eleição. 

Conclui-se, pela escassez de frequência, que os afro-descendentes aqui do Brasil não gostam de futebol. Pode-se achar também que gostam, mas são pobres o bastante para não poder comprar um bilhete para entrar no Maná Garrincha.

O jogo foi tipo assim o desfile cívico da Independência na manhã deste Sete de Setembro: deu mal e porcamente para o gasto. A Austrália foi uma espécie de clone do palanque oficial que Dilma mandou armar na Esplanada dos seus Ministérios: serviu para enganar trouxa.
MAIS LEITOS...
De 2010 para cá foram fechados 12.697 leitos do SUS.  Agora a gente entende porque o Lula, a Dilma, o Temer, o Sarney, o Genoíno, o Lobão e seus genéricos procuram sempre o Sírio-Libanês. Na verdade, isso quer dizer apenas que o Brasil precisa de Mais Médicos, Mais Leitos, Mais Saúde Pública... Mais, bem mais igualdade social.

O AMARILDO
Tá! Quem matou a família de policiais e se matou lá em São Paulo não foi o menino de 13 anos que sabia e gostava de atirar. Foi o Amarildo. Pronto, agora é só a PM do Rio encontrar o Amarildo. Cadê o Amarildo?!?
DEPLORÁVEL 7 DE SETEMBRO

O Sete de Setembro provou. O governo não precisa de manifestações de rua para ser deplorado pela população brasileira.

A nação está em casa e nos lugares onde se sente à vontade em busca de uma tal felicidade, construindo uma nova democracia.

É só uma questão de tempo; um tempo que não precisa de slogans, nem de campanhas de publicidade enganosa, para mostrar que sociedade justa e igualitária é aquela que, em vez de mentiras e promessas vãs, desfruta de saúde, educação, segurança, transporte, qualidade de vida, justiça e igualdades sociais.

Os que detém os poderes constituídos nas mãos que tomem tento e comece a fazer as malase bagagens. O povo cansado desse regime de vícios e disssimulações está pedindo passagem, à sua maneira, para uma nova democracia.

Essa que aí está já não é mais; não passa de um sonho desfeito pela mentira que alimenta com migalhas em forma de bolsas popularescas a tirania branda e disfarçada que se vale dos menos avisados; que dá pão e circo; que oferece brioches cubanos em vez de saúde e serviços essenciais.

Um nova democracia está nascendo do seio do povo cansado e indignado pela imoralidade, descaso e incompetência de quem pratica o despotismo com o ranço e o bafo dessa Democracia Dilma da Silva.

Só uma democracia de verdade pode outorgar a cada um dos brasileiros o direito de se fazer opressor de si próprio. Não será uma democracia lulática nem dilmática que fará desta nação uma escrava dela mesma.
OBAMA, PRESIDENTE
Dilma botando banca de graúda: "Eu quero saber dos Estados Unidos tudo que há sobre o Brasil". Se Obama disser tudo que sabe sobre o nosso País que Dilma não sabe, em outubro do ano que vem Barack Obama vai ser eleito presidente do Brasil.

CENSURA
Olha só no que deu a arapongagem dos americanos pra cima de Dilma Vana e seus sequazes... Ela já aproveitou a ocasião para dizer que vai lançar na ONU a proposta de uma "governança da Internet". Taí ó, a censura às redes sociais que Lula, Rui Falcão, Dirceu, Franklin Martins e a própria Dilma tanto queriam. É, enfim, o Marco Regulatório das Comunicações. Agora vai!

PUTIN GRANDÃO
Daquele tamanhinho de gente, tipo assim ACM Neto, o presidente da Rússia só poderia mesmo ser chamado de Putin. Se fosse do tamanhão do Obama, assim altão, seria... Pois é, isso mesmo.

ROGÉRIO CENI
Depois de perder o seu terceiro pênalti seguido, o goleador são-paulino, Rogério Ceni resolveu desistir. Agora vai ser só goleiro.

MAIS O QUÊ?!?
Por que o Ministério da Saúde de Dilma em vez de lançar o oportunista Mais Médicos, não lançou o necessário Mais Saúde Pública?!?

A DIFERENÇA
A diferença entre o refúgio permanente do metrossexual senador boliviano Pinto Bolina no Brasil e o asilo oficial do governo brasileiro ao criminoso italiano Cesare Battisti está nos advogados.  Tarso Genro é muito mais esperto que o defensor do fugitivo boliviano.

FOCO
Na África do Sul, uma carreta desgovernada matou 27 pessoas e feriu outras 30. Não se impressione, Nelson Mandela continua "estável".

O CRAQUE
Assaltaram a casa de Robinho na Itália. Levaram um relógio que custou ao craque a bagatela de R$ 93 mil. Bolas, onde é que Felipão está com a cabeça que não convoca  para a seleção um cara que só jogando futebol na vida, consegue comprar um relógio desses?!? Assim o selecionado da CBF nunca vai acertar os ponteiros. E olha que, sem o tal relógio no pulso, Robinho não correria risco nenhum ao cumprimentar o presidente Zé Maria Marin quando se juntasse ao grupo.

O Desfile do Medo

O medo pela voz das ruas se transforma em covardia explícita quando o governo, pela voz de sua própria primeira-mulher-president@ Dilma Vana espalha o boato oficial de um risco eminente de violência que as manifestações populares podem gerar neste Sete de Setembro.

Essa antecipação maldosa de vilania justifica os aparatos de segurança em torno da figura de Dilma num arrogante desfile em carro aberto e ao redor do seu séquito pomposamente instalado num palanque na Esplanada dos seus Ministérios a pelo menos 800 metros de distância do cidadão brasileiro mais próximo. Uma segurança que salva as aparências e não a integridade física de um governo que teme o cheiro do povo. Uma segurança que o trabalhador brasileiro, que o cidadão comum não tem em momento algum de sua existência.

O governo vem criando nesses últimos dias o clima de perigo iminente de baderna e quebra-quebra, como se a população tomada de justa e pacífica indignação, fosse toda ela formada de Black Blocs, vândalos tão contumazes e inoportunos quanto são contumazes e oportunistas os políticos e governantes depredadores profissionais e cotidianos do patrimônio público.

6 de set de 2013

O MESMO DO MESMO
Revista Época desta semana mostra que os herdeiros de Oscar Niemeyer usam o nome e a fama do arquiteto falecido em dezembro, aos 104 anos de durabilidade, para emplacar projetos de obras públicas sem licitação. Nada demais. Estão apenas fazendo o que Niemeyer sempre fez quando era vivo.

NO DESFILE
Porta voz do Planalto informou esta tarde que Dilma Vana vai comparecer às solenidades do Sete de Setembro na Esplanada dos seus Ministérios. Não só vai estar por lá como pensa em desfilar em carro aberto. Grande coisa! A pelo menos 800 metros de distância da cerca que a separa do povo, até a mãe do Badanha desfila. Em todo caso, pelo aparato de segurança que cerca os nossos políticos, herói mesmo vai ser o brasileiro que levantar um cartaz diante das câmeras de TV: "Fora, Felipão! Ganso na Seleção!".

VALENT@
Cá pra nós, mas nisso de botar a cara na janela, Dilma Vana é muito mais homem que o Lula. O Cabra Macho, sempre que foi acuado, fugiu da raia. Se você acha que não, pergunte pra ele cadê Rosemary?

BLACK OLD
Depois de velho o cantor baiano, Caetano Veloso quis bancar o black bloc. Só conseguiu dizer que, para ele, o Brasil da Silva vive uma ditadura. Black bosta.

PERAÊ, PÔ!
Basta Lula eructar nos recônditos do seu instituto de palestras e lavagens rápidas para que a mídia virtual amestrada se entregue ao esforço de fazer repercutir o mais antigo símbolo oral da falta de educação. Os blogueiros financiados por organismos oficiais, espalham agora que Lula disse ontem que "não reconhecer a solidariedade dos cubanos é faltar ao bom senso". E ainda disse mais: "nós não estamos querendo substituir brasileiros por nenhum outro médico".

Peraê, pô! "Nós" quem, cara pálida? O que é que Lula tem a ver com o Ministério da Saúde da Dilma? Pelo que sabe, o caos que aí está é do Ministério da Saúde do seus velhos tempos luláticos - aqueles tempos em que ele, Lula, mentiu que a saúde pública estava "à beira da perfeição".

É sobre essa balbúrdia que ele teria que falar. É só por causa da desastrada des/atenção do governo Lula para com a saúde pública que o estabanado programa Mais Médicos está sendo aplicado como tratamento de choque nos brasileiros que não têm onde cair mortos.

Liberdade, Nova Liberdade

Há uma nova liberdade nas ruas do meu país que ainda não tomou o jeito da esperança que se alcança sem monitores, sem donos, sem caudilhos, sem um comandante.

Há, pressinto, uma nova liberdade nos ares do meu país que pela voz das ruas começa a ensinar que democracia é, muito mais do que fazer apenas aquilo que as leis permitem; é fazer que o sonho de justiça e de igualdade social seja possível.

Há, pode-se ver, uma nova liberdade latente nas ruas do meu país, que me mostra a dura e triste realidade de que há, nesses tempos de democracia da Silva, ainda que pincelada de falsa ternura, tanta baixeza e servilismo, quanto nos anos de desportismo.

Há, uma nova liberdade nas ruas do meu país, de homens livres que não querem dominar os outros; que não têm ânsia de mando, nem aspiração pelo poder que não é mais do que um espírito de submissão, já que o dominador é aquele que não se sente cidadão nem gente, senão em razão de oprimir o dominado.

Há uma nova liberdade no meu país, eu a pressinto, na forma como a moral se manifesta de maneira simples, espontânea, de dentro pra fora, de baixo pra cima, no ato simples de sair às ruas e desfrutar do direito de cada um usar a própria esperança como ponto de referência para que todos tenham os mesmos direitos, as mesmas oportunidades.

Há uma nova liberdade nas ruas do meu país, eu a pressinto no ar, eu a navego nas ondas das redes sociais, uma nova liberdade que revela a dura verdade de que a corrupção no Brasil é o grande sintoma da doença constitucional desta nação. Ela mostra que o organismo público brasileiro está enfermo, em estado terminal.

Há uma nova liberdade no meu país, que escancara o mal que transformou a Constituição-Cidadã de 1988 em um mero formulário de receitas para salvar a fome de poder e a sede insaciável da pandilha de dominadores; uma moléstia política que supre a ganância individual dos seus intérpretes oficiais.

Há uma nova liberdade no ar do meu país que já descobriu o quanto tem sido fácil para os poderes constituídos legalizar de tudo um pouco, sem que nada seja legitimado.

Essa nova liberdade que sai às ruas do meu país, não tem dono, não tem patrão, não tem compadrios, não tem feitio de partidos, não tem ranço de políticos profissionais, não tem medo de ninguém, nem de nada; tem a razão como ânimo e a verdade como companheira.

Há uma nova liberdade no ar do meu país. Eu a pressinto; eu a sinto. Já tem forma de gente. Mais que a velha, usada e abusada liberdade dos festivos dias 7 de Setembro. Esta nova é independente.

Mas essa nova liberdade que vejo pelas ruas e pelas redes sociais do meu país, ainda está no ar.

Bye, bye Brasil

Dilma Vana, na Rússia, dando show de democracia pra cima de Barack Obama:
- Sabe lá você, Mr. Obama, por que o meu governo jamais se preocupou em prevenir-se contra espionagem, arapongagem ou qualquer tipo de monitoramento externo?
- Sei não, dona Dilma...
- Porque a gente não tem nada a esconder de ninguém.
- Não mesmo, dona?...
- Temos não, Míster... Se tivesse não haveria tanto escândalo pra garantir nossa eleição e nem o Zé Dirceu, seus parceiros e similares não estariam aí, livres, leves soltos até hoje.
- OK!... Não dá pra falar muito não, né dona Dilma?!?
- OK, Mr. Obama, aqui tá fazendo calor...
- Deu pane no ventilador.
- Espero passar o avião?...
- Oh yes! Bye, Bye Brasil.

Lula manda Dilma dar um guenta" em Obama

Lula não saiu da toca. Continua na moita. Ontem, recebendo correligionários que ainda circundam seu instituto de palestras e lavagens, Lula deu o seu pitaco sobre o encontro que Dilma teria com Obama para conversarem sobre espionagem.

Como sempre Lula foi blenorrágico verbal. Despejou um monte de asneiras com pose de grande entendido. Disse, lá para seus acólitos, que "Dilma tem que dar um 'guenta' em Obama".

Por que, Dilma teria que dar um "guenta" em Obama, se ele próprio, teve que engolir calado a ironia de Barack que o apelidou maldosamente de "O Cara", como os americanos fazem com os exibidos coloridos que encontram pela frente?

Mas a parlapatice não parou por aí. Lula continuou fanfarrão:  "Nós não podemos admitir, a pretexto nenhum, que um país se dê o luxo de ficar tentando gravar, copiar e-mails, telefonemas, de um país ou de um presidente da República, como fizeram com a Dilma".

Até parece que a China, a Rússia, a França e o escambau a quatro não fazem a mesmíssima coisa que os EUA e que o Brasil da Silva, relaxado e pretensioso, não faz há muito tempo, nessa convivência cínica que as relações exteriores subliminares praticam.

Há anos e anos que o Brasil não toma uma providência sequer no sentido de proteger suas confidências. Reclama do quê agora? Há quanto tempo, o Brasil não faz pelo menos uma varredura em seus gabinetes mais usados e abusados? Então, que essa pandilha de despreparados vá se queixar pro bispo, ou pro papa que é argentino e unha e carne com Deus e São Francisco de Assis.

Mas, qual o quê... Como quem está na berlinda não é ele é Dilma, Lula se esbalda em bravatas. Então dê-lhe que te dê-lhe fanfarronice. O presidente de honra do PT e vitalício do Instituto Lula, endureceu a língua e continuou fingindo perder a ternura contra o esquema de espionagem dos EUA: "Essa foi grave, muito grave. Os americanos passaram dos limites".

Saiu de dentro de si mesmo e assumindo a pose de um grande mandachuva internacional concluiu que o motivo para a arapongagem seria porque o país governado por Barack Obama "não suporta" o fato de o Brasil ter virado um ator global.

Quer dizer, quando não tem que se esconder atrás da primeira moita que encontra sempre que vê a coisa mal parada para o seu lado, Lula acha fácil mandar os outros chutarem o pau da barraca. No seu bom tempo de ridículo internacional, engoliu em seco uma injúria que, na sua santa ignorância, pensou que fosse um elogio. E desde então passou a exibir-se pelo mundo como "O Cara".

Se lhe perguntarem hoje mesmo por que não demonstrou que o mensalão foi uma "farsa", ele vai comer em tranca; se lhe perguntarem o que acha da Operação Porto Seguro que acabou com la vie en Rose naquele chatô que ele instalou como gabinete da Presidência da República em São Paulo, Lula vai gemer como se tivesse levado uma punhalada nas costas; e então sim, deixará de ser boquirroto para ser simplesmente ser "O Cara"!

Enquanto isso, Dilma Vana de bem com Obama, já está arrumando as malas e bagagens lá na Rússia para voltar, se Deus quiser, ainda a tempo de ser aplaudida na Esplanada dos seus Ministérios durante o desfile militar de 7 de Setembro e ser aclamada delirantemente no jogo da seleção da CBF no Maná Garrincha.
EXTRA!
Furo nacional! A junta médica que vai avaliar a saúde de Zé Genoíno para efeitos de sua aposentadoria por invalidez, não é do programa Mais Médicos.

JEITO LEWANDOWSKI
Esse julgamento dos mensaleiros está nesse empurra-empurra desde 2005... E Lewandowski ontem ainda queria saber de Joaquim Barbosa e dos seus pares e ímpares "por que a pressa?"... É o seu jeitinho brasileiro de fazer justiça.

TÁ NA MÃO
Com a carga de publicidade do programa Mais Médicos para o Brasil despejada pelo "Ministério da Saúde do Governo Federal" nas redes de TV, rádio, jornalões e revistas, logo a saúde pública no Brasil estará mesmo "à beira da perfeição". O sucesso tá na mão. Na mão de quem manda escrever a linha editorial da mídia brasileira.

BATA ASSANDO
Joaquim Barbosa já votou contra os embargos infringentes. Não votou só por votar; votou com a Constituição que acabou com esse privilégio protelatório em 1990. Nesta semana que vem o STF vai decidir se aceita discutir esse velho e manjado tipo de embargo. Pelo jeito, se o Supremo não é uma farsa, a batata de Zé Dirceu e seus mensaleiros está assando.

UNIGLOTA
Na Cúpula do G-20, lá na Rússia, todos falam vários idiomas em inglês. Dilma Vana foge à regra. Fala dilmês em qualquer língua.

HAPPY END
Outra informação de cocheira, direta de São Petersburgo. Espiões deixam escapar parte do grande diálogo que Obama e Dilma entretiveram, entre uma salada russa e um bom caviar:
- Dilma, a espionagem foi só eletrônica...
- Ah, bom. Então tá. Tintim, Obama.
- Tintim, dona Dilma. E saúde; saúde pública e mais médicos pra todos nós!
ENCONTRO SECRETO
E então, longe daqui, lá na cúpula do G-20, na Rússia, em São Petersburgo, para ser mais preciso, Barack Obama e Dilma Vana  se encontraram  para conversar sobre espionagem. O encontro foi secreto e os arapongas americanos garantem que não foi espionado. Assim é que, tanto Dilma quanto Obama podem dizer o que bem quiserem sobre a cupulagem que cometeram lá na terra de Putin que a gente tem que acreditar. Obama e Dilma não mentem.

ATRASO PROVIDENCIAL
Você pensa que a Rússia fica logo ali? Fica, não, companheiro! São pelo menos 16 horas de voo em avião de carreira. Imagine então quanto leva um Airbus da FAB da Dilma, cuja comitiva é sempre carente de cuidados e não tem pressa pra nada e nem pra coisa alguma... Assim é que já se cogita um atraso considerável no voo de volta da comitiva da primeira-mulher-president@ Dilma Vana. De tal monta é a previsão de atraso que é bem possível que Dilma não chegue a tempo para assistir de camarote os desfiles do Dia 7 de Setembro na Esplanada dos seus Ministérios. O medo de ser vaiada tira a vontade de ser aplaudida. Isso que as cercas e cordões de isolamento estarão a pelo menos 800 metros de distância da pista de rolamento.

AMIGO DA ONÇA
Espiões estadunidenses, mal Dilma Vana deixou o encontro com Obama, deixaram vazar pelos corredores dos palácios de São Petersburgo que Dilma Vana aconselhou-se com Obama sobre ir ou não ir ao jogo deste sábado da seleção da CBF de Zé Marin no Maná Garrincha. O herói americano teria incentivado a president@ brasileira a não perder essa notável apresentação do selecionado pátrio. Quer dizer, Obama é mesmo um baita Amigo da Onça (Benção, Péricles).

PIOR QUE VAIA
Só para lembrar: 7 de Setembro é a data de celebração da Independência. O governo acha que o povo para se sentir independente precisa ser cercado e mantido à distância. Bolas, se Dilma não quer ser vaiada por que não dá a mão à palmatória e convida o Lula para ir com ela ao desfile militar pela manhã e ao Maná Garrincha à tarde?!? Maldade, pura maldade. Um dia inteiro ao lado de Lula é pior que ser vaiada da manhã à noite.

VAI CANTAR, CAETANO!
Melífluo como sempre, metido a formador de opinião, Caetano Veloso enfiou uma máscara tipo Ninja na cara e palpitou contra a segurança popular: "É uma violência simbólica proibir o uso de máscaras. Dia 7 de setembro todos deveriam ir as ruas mascarados". Máscara faz bem é para ele que nunca disse se é ou se não é. Máscara é bom para quem não sai do armário. Caetano bom é Caetano que canta. No mais, só desafina.

5 de set de 2013

O IMPÉRIO

O Supremo começa a votar os embargos infringentes. Dias Toffoli já deu o ar da graça que não sai de graça e deu uma revisada para menos na pena do chefe Zé Dirceu.

O melhor que pode lhe acontecer é o pior para a curta história da democracia brasileira que foi engolida pela democracia Da Silva. O pior é que por um bom tempo o Brasil vai conviver com o regime semiaberto desse verdadeiro embargo ambulante, carregado de corrupção ativa e blindado por quadrilheiros.

A sensação de repartir o sol da liberdade com um abjeto desse porte é o que de mais degradante pode haver para uma nação que, no dia em que acreditou na retorica dos centros acadêmicos e dos portões de fábrica, teve tudo para ser a mais feliz do mundo. Bastaram duas décadas para implantar o império da esperteza e da semvergonhice.
GENOÍNO INVÁLIDO
Zé Genoíno entrou na Câmara com pedido de aposentadoria por invalidez. Condenado por corrupção e formação de quadrilha, ficou debilitado. Precisa de cuidados e de... repouso! Vai fazer o que sempre fez na vida: nada. E pensando bem, deveria pedir ressarcimento pecuniário por todo os anos que esteve na ativa com o prazo de validade vencido.

EMBARGOS INFRINGENTES
Zé Dirceu, o réu subchefe do Capetta de tutti capi que chefiava com pleno domínio do fato o esquema do mensalão lá pelos idos de 2005, já avisou que vai se declarar "perseguido político". Incrível, fantástico, extraornário! Dos 40 mensaleiros, flagrados com a boca na botija, só ele, Zé Dirceu, era um político merecedor de tal atenção persecutória. O resto era o resto: meros mensaleiros movidos a propina. Em todo caso, como sua palavra merece todo respeito e consideração; como ele é um cara que nunca mentiu e nem mente na vida, o Brasil inteiro vai acreditar em mais esta rota de fuga imaginária. Então tá: Dirceu não é corrupto nem quadrilheiro. Zé Dirceu é um perseguido político. 

VIDA DE MENSALEIRO
Esses caras têm um lenço pra cada choro. Diante da possibilidade de pegar um bom regime semiaberto de cadeia, a quadrilha dos mensaleiros já elucubra alternativas para casos em que não possam alegar "perseguição política". Já tem espécimens dessa raça que planeja contratar personal trainner coalizado com promotores de eventos. O roteiro do seu duro cotidiano obedeceria à seguinte rotina: manhã - banhos de sais e massagem; tarde - visitas muito íntimas robustecidas por caviar beluga e champanhe Crystal; noite - comidinhas caseiras e lavagem de roupa suja, só para curar o porre do dia.

Voto aberto está ganhando no Senado

O Senado tem apoio de sobra para aprovar o voto aberto. Nada menos de 54 senadores já vazaram a quem interessar possa que são favoráveis ao fim de todo e qualquer tipo de voto secreto no Congresso Nacional. Para uma PEC ser aprovada a Constituição-Cidadã de 1988 exige pelo menos 49 senadores.

Então pronto! O voto na grande casa de tolerância nacional vai ser mesmo aberto. Bom mesmo, no entanto e sobretudo, é não esquecer que ser trata, até aqui, da palavra de honra de senadores da República. Tudo pode ser verdade. Ou não.

De qualquer maneira, insisto, tanto faz como tanto fez. O tipo de voto não muda o caráter, nem o conceito de dignidade desse tipo de mandarim civil que se apropriou da República.

Voto aberto está ganhando no Senado

O Senado tem apoio de sobra para aprovar o voto aberto. Nada menos de 54 senadores já vazaram a quem interessar possa que são favoráveis ao fim de todo e qualquer tipo de voto secreto no Congresso Nacional. Para uma PEC ser aprovada a Constituição-Cidadã de 1988 exige pelo menos 49 senadores.

Então pronto! O voto na grande casa de tolerância nacional vai ser mesmo aberto. Bom mesmo, no entanto e sobretudo, é não esquecer que ser trata, até aqui, da palavra de honra de senadores da República. Tudo pode ser verdade. Ou não.

De qualquer maneira, insisto, tanto faz como tanto fez. O tipo de voto não muda o caráter, nem o conceito de dignidade desse tipo de mandarim civil que se apropriou da República.

Nem uma, nem outra

- Qual foi o grande pavor na Ditadura de 64?
- Ser torturado e morto nos porões da repressão.
- Qual é o grande medo na Democracia da Silva?
- Ser assaltado pela ação dos governantes e morto na rua por assaltantes.

Então, está combinado. Não escolha nem uma, nem outra. Lute por uma democracia pura, fundamentada na ética e na moralidade.
NOJEIRA
Essa discussão em torno do voto aberto ou fechado lá no Senado é puro jogo de cena. Mais uma nojeira entre nojentos. Outro desvio de foco. O que menos importa é o feitio do voto; o pior do voto é o caráter de quem está votando. O voto não muda a índole predadora de nenhum deles. O mal não é o voto; o mal é cada um deles. Na próxima eleição, vote abertamente contra os Black Blocs do Parlamento.

OBREIROS
A estrada Belém-Brasília, transformada no maior escândalo dos tempos de Mário Andreazza - que morreu pobre - é fichinha limpa perto da vergonheira e do abandono da transposição do São Francisco prometida por Lula - que vive rico.

ELEMENTAR
Que espetáculo a perícia técnica de São Paulo. Concluiu ontem o que já concluíra no primeiro dia da chacina da família de policiais: o assassino é o filho prodígio de 13 anos de idade. "Ele sabia e gostava de atirar" - deduziram os investigadores. Então tá; até pode ser. Mas até agora não foram encontrados vestígios de pólvora nas mãos do menino assassino. Elementar, meus caros, ele deve ter lavado as mãos depois que se matou.

DE VOLTA PRA CASA
O ciumento jornalista Pimenta Neves matou friamente a tiros a namorada que o havia rejeitado. Pegou 14 anos de cadeia. Cumpriu dois, atrás das grades. Pelo seu bom comportamento de vida no cárcere foi solto agora pela mesma Justiça que o mandou prender. Esta de volta pro seu aconchego. Cumpriu 1/6 da pena e ficou bonzinho. Está pronto pra outra.

GRÊMIO PERDE OUTRA
Mais uma derrota acachapante do Grêmio ontem: o Inter meteu 1 x 0 no Corinthians. A torcida tricolor já está voltando chamar o treinador Renato pelo afável Portaluppi, para tratá-lo já com o distante apelido carioca de Renato Gaúcho.

SE É BAIER É BOM
O Atlético-PR bateu o patético Santos por 2 x 1. Vocês pensam que o Paulo Baier é igual ao Zé Roberto, só porque tem um aninho a mais que o avô da turma gremista?!? Paulo Baier até faz gol de vez em quando.

MAIS UMA DO GRÊMIO
Jogando em casa o Atlético das Gerais construiu um notável 2 x 2 com o Fluminense de Luxemburgo, um país distante do futebol. Outra derrota do Grêmio: Ronaldinho Gaúcho meteu dois na forquilha.

DEU FLA
O Flamengo derrotou o Vitória da Bahia. Vai ver que o Mano Menezes nem estava no banco. Brincadeirinha, estava sim. Mas ninguém ouviu o que ele disse, nem fez o que ele mandou fazer.

SUMIÇO NO MAIS MÉDICOS
Padilha impossível. Falou durante cinco horas no Congresso Nacional e afirmou que o "sumiço" de mais de um terço dos médicos que começariam a trabalhar no Programa Mais Médicos "só reforça a necessidade de estrangeiros". Dois pontinhos a ponderar: 1º) Padilha falou para quem no Congresso? Se foi para deputados e senadores, não falou para ninguém que interesse ao povo; 2°) Padilha não disse porque os médicos sumiram: deram no pé porque não tinham nada a fazer do que senão dar consultas de engambelação e receitar Melhoral infantil.

DILMA NO G-20
E então Dilma está em São Petersburgo, a capital da beleza russa. Vai fazer esgares de desdém na direção de Obama que só terá olhos voltados para aquele Putin baixinho que preside a Rússia. O papo do dia, no G-20 não é espionagem. Vai ser a guerra contra os sírios. Dilma é capaz de se meter, porque não vai permitir de jeito nenhum que alguém se meta a invadir o Sírio-Libanês, em São Paulo. Afinal, com excelência em saúde o governo não brinca aqui no Brasil.

ENTREMENTES...
Dilma Vana cancelou a viagem precursora da equipe que prepararia a sua visita a Washington. A turma que trataria de detalhes da hospedagem, transportes, agenda de compromissos oficiais e roteiro de contratos a serem assinados, está com o pé no freio. E assim ficarão até que Dilma emita sinais de fumaça desde lá mesmo da Rússia, depois de bater um papo com Obama. Já o embaixador americano aqui no Brasil, fez as malas e se mandou. Na bagagem, os relatórios das espionagens que ele jurou que nunca foram feitas sobre a Dilma e seus circunstantes.

VIZINHO QUENTE
Morador de rua é queimado em São Paulo. O assassino passa bem. Já está em casa no aconchego do lar. Pode ser aquele seu vizinho simpático que, volta e meia, lhe oferece carona. Não se meta a andar de pés descalços nos fins de semana.

4 de set de 2013

A VIDA COMO ELA É
A vida como ela é no Brasil da Silva... E vai que vai. O Congresso vai errando e o Supremo vai consertando. Agora é lei, a mais alta corte da Justiça brasileira é que cassa mandato de parlamentares malfeitores. E nos casos tipo mensalão de todas os feitios e dimensões também. Zé Dirceu até já fala em lavar e cozinhar na cadeia. Só não disse ainda para quem. Vida que segue.
CABESTRO, UMA PRIVICA!

Henrique Fontana, deputado gaúcho, é um dos candidatos à presidência do PT. Bate de frente com Rui Falcão, dono atual da árdua e espinhosa missão de presidir o partido que nunca precisou de adversários para andar em palpos de aranha.

Fontana está dando nos dedos de Falcão: "Desconfio de pagamento coletivo. Uma pessoa pagou para um grupo e isso é voto de cabestro".

O gaúcho enfia a bota com espora e tudo: "dias atrás, apenas 184 mil filiados estavam aptos a votar; hoje são 780 mil, uma vez que suas dívidas com o partido foram quitadas"... Peraê, ô! Cabresto, uma privica! Isso é mensalão intestino. Diarréia de "coalizão pela governabilidade" estratégia instituída pelo presidente de honra da sigla, quando se apropriou do Brasil em 2002.

Esse mensalão, na verdade, é um mensalinho dadas as proporções da propina denunciada. Mensalão nem é bem aquele do Zé Dirceu que está na barra do Supremo; mensalão é tipo assim o que o governo Dilma vem praticando desde o ano passado, quando pagou o apoio de Marta ao inerte Fernando HaHaHaddad, com o Ministério da Cultura; mensalão de verdade é essa constante compra de apoio que Dilma vem angariando com farta distribuição de cargos e emendas parlamentares.

Esse cabestro que o Fontana denuncia é mensalinho puro. Mensalão de arraia miúda; compra e venda em forma de baratilho, de liquidação pré-eleitoral. Mensalinho de pé-de-chinelo.

Mas o que importa é manter a essência do comportamento usual do partido: - Qual é o seu preço? Então, toma lá e dá cá, amigo e companheiro. Como o DNA do dinheiro é público, o dinheiro é de todos para todos e então tá tudo dominado.
ENCONTROS E DESENCONTROS
A Semana da Pátria está aí e a Dilma Vana está na Rússia. O que há de notícia nisso aí é que ela vai dar de cara com o também bisbihoteiro Barack Obama. O presidente do mundo poderá fingir a desagradável surpresa de saber que Dilma também o espionou. Nada demais, porque ambos sabem que Valdmir Putin bisbilhota o Brasil, os Estados Unidos e o resto do mundo. Enfim, na Rússia tá todo mundo em casa.

PASTELÃO G20
Na Rússia, Dilma Vana deve dizer com dureza e com muito pouca ternura ao Barack Obama - se ele lhe der a chance de um bate papo informal - que acaba de ser aberta no Brasil a CPI da Espionagem. É o momento pastelão da Cúpula do G20. Obama vai cupular de medo. É capaz até de trocar a invasão da Síria por uma temporada no Sírio-Libanês para curar-se dos frouxos de risos.

CADEIRADA
Se depois dessa cupulagem toda na Rússia os Estados Unidos apoiarem uma cadeira para o Brasil na ONU, então é porque os resmungos de Dilma contra a arapongagem americana incomodaram mesmo Barack Obama. Caso a cadeira seja mesmo conquistada por Dilma, a cadeirada não terá doído tanto no presidente americano quanto vai doer nas costas de Lula, criador da criatura, que vai se remoer de inveja.

QUIZ
Ainda que mal pergunte: o que é a arapongagem americana diante da espionagem do Serasa aqui no Brasil?

ABERTO OU FECHADO
Depois de 12 anos no freezer a PEC do Voto Secreto foi escancarada na Câmara dos deputantes. Levados a toque de caixa pelo grito das ruas, os embromadores aprovaram o voto aberto. Mas isso é só o começo do nada. O assunto agora caiu no colo do Senado que está nas mãos de Renan Calheiros. Ele já disse que o voto aberto "deveria ser só para casos de cassação de parlamentares" e já esbofeteou a populkação uma vez mais: "aprovado assim, o voto mais adiante poderia ser mais amplo e valer para todos os outros casos". Seja lá o que for, dê no que tenha que dar, tanto faz como tanto fez, quem está decidindo por nós são os mesmos desfacetados de sempre. O voto aberto ou fechado não muda o caráter de nenhum deputado ou senador desses que estão aí.

7 DE SETEMBRO
E vem aí o 7 de Setembro... Com jogo da seleção do Felipão e tudo mais no ManÁ Garrincha. Mas Dilma Vana está inquieta. Acha o povo uma beleza quando ela está na Rússia. Aqui, o pessoal resolveu andar pelas ruas gritando e vaiando. O Gabinete de Segurança Institucional do Palácio já recomendou, inclusive, que criança deve ficar em casa para assitir as imagens editadas de TV. Bom seria que nada fosse ao vivo; só em cores. O Exército deve desfilar, mas já pediu reforço da polícia civil e da PM. De sua parte, o Congresso Nacional, suspendeu a visita de turistas à Casa do Povo. Uma festa republicana tipo assim carnaval plastificado; protegido por cordas e cercaduras.

ENFORCADO
Ariel Castro,condenado à prisão perpétua pelo sequestro de três mulheres que manteve em cativeiro por mais de dez anos no porão de sua casa em Cleveland, nos Estados Unidos, foi encontrado morto em sua cela. Apareceu enforcado. Deve ter tido um acesso de bondade.

3 de set de 2013

A LAMPARINA
Essa algaravia toda em torno do voto aberto ou fechado; às claras ou às escuras, franco ou secreto no Congresso Nacional, é só mais uma perda de tempo que não leva a lugar nenhum. Quem estará votando no quê ou em quem? Os mesmos de sempre sobre as questões de sempre e as figuras de sempre. Voto assim ou assado não tem o menor valor democrático quando procede de alguém que não tem credibilidade, que arrepia as leis, pisoteia a ética e despreza a moral. Voto válido é aquele que depende do caráter do eleitor. Ei Diógenes, pegue a sua lamparina e procure esse cara lá no Congresso. Se encontrar, avise-nos. Na próxima eleição a gente vota nele.

2 de set de 2013

Ostracismo de dar dó

Nada mais tem aquele jeito de la vie en rose...

Sabe essa cara chorococa que o mestre dos mares vem ostentando ultimamente, com aquele bigode, menos para Sarney do que para aquela máscara do Anonymus que agita as redes sociais?

É que há sempre um certo ar de inocência desprotegida que se apodera da face dos convalescentes políticos, quando suas paixões estão inativas.

Você acha, por exemplo - só por exemplo - que é pouco alguém deixar de ser presidente de uma República, para ser presidente de honra de uma falange partidária, ou um mero consultor bem-sucedido de quizumbas governamentais?

É duro aguentar a dor de uma saudade quando nada mais tem aquele jeito de la vie en rose, imagine então suportar a distância que separa um imperador do seu império.

Isso tira o ânimo até mesmo daqueles que já estão sentados em cima da arca do tesouro; dá vontade de não xeretar mais nada, de não meter o bedelho em tudo como sempre metia, nem na saúde, nem na educação, nem na segurança pública, em nada mais; tudo parece que nada mais está "à beira da perfeição" como antes... Nos últimos dias, diante de tantos fatos que sempre foram de seu fácil domínio, parece até que nem o coração palpita.

Essa coisas acontecem com o delegado que se aposenta; com o craque de futebol que pendura as chuteiras; com a estrela de cinema que envelhece; com a miss suéter que descobre a celulite; com o político que não se candidata...

Por mais que a plebe ignara reverencie seu antigo ídolo, se ele estiver sem o andor não terá a firmeza de ter os pés no chão, ainda que ande pelas beiradas de um Porto Seguro.

Esse tipo de abandono, de exílio, de degredo voluntário, de ostracismo interior é de dar dó. Pior, bem pior. É de dar um nó na garganta de qualquer um. Mas, para ser bem sincero, é de dar medo na gente.

Pena leve

...Precisa que haja vento sem parar

Começa a semana decisiva do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal. A lenga-lenga dos embargos de declaração está por terminar. E enquanto a antiga musa canta, outro valor mais alto se alevanta. Vêm aí os embargos infringentes.

Esses embargos são mais ou menos como aquele bico pra fora do estádio que os zagueirões de granja usam como "recurso" quando o goleiro do seu time está a perigo. No caso dos mensaleiros, os embargos infringentes são o último lance dos advogados em busca de uma jogada salvadora de réus que já foram condenados, mas com 4 votos a favor.

Esse tipo de recurso, em nome da mais ampla defesa, empurra com a barriga a cadeia de mensaleiros como Zé Dirceu, Zé Genoíno e João Paulo Cunha no quesito "formação de quadrilha", já que a corrupção é o que menos conta para o tamanho da pena a que eles foram condenados.

A ideia é que a pena seja leve, pois tem a vida breve; precisa que haja vento sem parar. Mas aqui, por essas bandas bandalhas nacionais, falcatrua e mensaleiro vivem e convivem em sereníssima calmaria.

Quer dizer, nesse Brasil da Silva, Dirceu, Genoíno e Cunha até podem não ser quadrilheiros; mas corruptos, sim. E por que não?!?
SER VASCAÍNO
O Vasco às vezes é meio colorado. Nesse domingo mesmo perdeu por 5 x 3 para o Cruzeiro só para o Grêmio acordar nesta segunda-feira em segundo lugar no Campeonato Brasileiro. Pronto, para gáudio do Inter, o Grêmio só dormiu uma noite como líder do Brasileirão. Está cada vez mais difícil ser vascaíno.

CLÁSSICO
Terminou em zero a zero o jogo Coritiba x Colorado. O que você esperava de um clássico Co-Co?!?

É ELE
Corinthians 4 x 0 Flamengo. Qual é a notícia?! O técnico do Flamengo é o Mano Menezes, pô.

OBAMA'S DREAM
Barack Obama King has a dream... Fazer da Síria um novo Vietnã.

TÁ FEIA A COISA
Depois de três meses internado em um hospital africano, Nelson Mandela voltou para casa. Mas ele ainda não sabe.

QUEM SÃO
Alexandre Padilha, ministro da Saúde de Dilma Vana para assuntos de eleição 2014, ainda não identificou, dentro dos 4 mil médicos cubanos, aqueles que trataram de Hugo Chávez.

SOLIDÁRIO
Estados Unidos denunciam o uso de armas químicas na Síria contra homens,mulheres e crianças. Obama está com o pé que é um leque para mandar seu conterrâneos para o olho do conflito. Obama é assim, solidário até à morte.

ARAPONGAGEM AMERICANA
O Fantástico - aquela revista dominical da TV Globo que você "nunca assiste" - mostrou neste domingo que os Estados Unidos arapongavam aqui no Brasil todos os movimentos e até mesmo os e-mails da primeira-mulher-president@a da República, Dilma Vana. Arapongavam. Hoje não cometem mais essa bisbilhotice: viram que era perda de tempo, já que nesse período todo de furungamento não descobriram um sinal, um indício sequer de algum plano de governo. A vida pessoal da president@ não lhes interessava; eles já a conheciam de algumas edições quinzenais da Forbes, arremedo americano da revista Caras.

1 de set de 2013

A ARTE DA ESCOLHA
Ex-assessor da ministra Gleisi Hoffmann, dona da Casa Civil de Dilma Vana foi preso no Paraná. Eduardo Gaievski é acusado de estupro e deixou o cargo na semana passada para tomar chá de sumiço. A ministra diz "jamais ter compactuado com crimes". Tá bom, a gente até acredita. Mas não há o que justifique alguém andar com um assessor desses à tiracolo. Governo que preenche vaga com portadores de carteirinha de aliado, não tem noção de que a vida é a arte da escolha.
SORTE PAULISTA
Levantamento realizado pelo jornal Estado de S. Paulo mostra que a cada ano, mais de 3 mil professores desistem de dar aula nas escolas estaduais de São Paulo. Sorte dos paulistas que Aloízio Mercadante, ministro da Educação não é candidato do PT ao governo do estado em 2014. Fosse concorrente ao cargo, no lugar de Padilha, o MEC importaria 4 mil professores cubanos.
IMPLICÂNCIA
Tá bom, o Grêmio dormiu esta noite como líder do Brasileirão. Mas ganhar, em casa, da Ponte Preta por 1 x 0 e com um gol de chiripa pelo meio das pernas do goleiro é maldade. Pura implicância com o Inter.

CONTAS DE CHEGAR
Os economistas alinhados com a a farra da Copa do Mundo fazem as contas de chegar e anunciam: Cada partida no Mané Garrincha injeta na economia do Distrito Federal mais de R$12 milhões. Tá bom, agora façam as contas e digam quando é que a população vai ser ressarcida do prejuízo de um obra que foi avaliada em R$ 585 milhões e já custou mais de R$ 1 bilhão e 600 Milhões.

SALÁRIO CUBANO
Esse papo da invasão de médicos estrangeiros pode estar até enjoado, cansativo, repetitivo, mas revela o caráter ditatorial da democracia que Lula deixou de herança para Dilma Vana. Hoje, no blog de Cláudio Humberto, o Bateu-Levou do Brasil em tempos de Collor, informa qual será o salário de cada benfeitor cubano aqui no Brasil. O texto é dele:


"A ditadura cubana esfrega as mãos de ansiedade pelos R$ 510,9 milhões que espera faturar no Brasil explorando a mão-de-obra barata dos 4 mil médicos que atuarão em municípios brasileiros. Cuba promete continuar pagando-lhes o de sempre, ou sejam, 573 pesos (25 dólares ou 58 reais) por mês".

Dilma Vana tá nem aí para o Ministério Público do Trabalho, ´para o seu ministro do Trabalho, para a nossa legislação trabalhista e para o próprio trabalhador brasileiro. Cuidado, Brasil; muito cuidado! Toda democracia começa a desmoronar sempre que um governo governa demais.

VIRE-SE
E eis que de repente, não mais que de repente, vem Guido Mantega e diz que "o fundo do poço" da crise econômica está superado. Que notícia! E eles nem tinham nos avisado que o Brasil Dilma da Silva estava no fundo do poço. Agora que você pensava que estava meio rico, podia gastar com viagens, trocar de carro da popular marca 60 prestações, fazer empréstimos vinculados... Vire-se! E não se espante, pois você já era para estar sabendo que pão com mante(i)ga sempre cai virado para o chão.

MARTA NO CAMINHO
Uma coisa é certa: Alexandre Padilha está fazendo de tudo com esse plano Mais Médicos para ser candidato a governador de São Paulo no ano que vem. Não demora nada, Marta Suplicy - a velha musa petista, eterna candidata de si mesma ao governo paulista - aparece em seu caminho e detona a sua verve ferina, "Padilha é casado, tem filhos?"...