ESTE NÃO É UM ESPAÇO PARA FAZER AMIGOS; É PARA INFLUENCIAR PESSOAS.



26 de abr de 2011

ESTÁDIO OLÍMPICO
Gremio 1 x 2 Universidade Católica, do Chile. Foi a primeira grande vitória de Paulo Roberto Falcão na Libertadores da América, como treinador do Inter.

MENOS
O Grêmio jogou o tempo todo com um jogador a menos. Quando Carlos Alberto entrou, no segundo tempo, o tricolor gaúcho ficou com apenas nove em campo.

HAI-KAI
Breguice real / Casamento inglês / É medieval

DE OLHO
Dilma: "O governo está de olho na inflação". E nós de olho no cartão corporativo do governo.

Reprodução/Veja
Cuidado! Cão manso; dono raivoso. A grade faz bem para os dois.

O CENSOR
Roberto Requião tomou na mão grande o gravador do repórter da Band. Achou que quem quer saber o que ele faz com uma "aposentadoria" de R$ 24 mil mensais porque governou - e mal - o estado do Paraná, é "engraçadinho, atrevido e provocante". Prepotente, truculento, metido a mais homem, travestiu-se de censor e alterou o trabalho do dia do setorista e, sob pressão, acabou mandando o filho devolver o objeto roubado.

OS INOCENTES
Agora, a Abert, o Sindicato dos Jornalistas e outros organismos tão crédulos quanto ingenuos, muito mais que inocentes, querem que o censor Requião seja avaliado pelo Conselho de Étiririca do Senado, como se dele não fizesse parte, até o notável criador de gado fantasma, Renan Calheiros.

A PERGUNTA
Afinal, o egrégio senador Roberto Requião aceita abrir mão da aposentadoria de R$ 24,1 mil reais que recebe mensalmente dos cofres públicos como ex-governador?!?

SOLUÇÃO
O rodapé de todas as notícias sobre as chuvas que alagaram o Rio de Janeiro informa com solene ar de Defesa Civil que "em 4 horas choveu o equivalente a 40 dias no Rio". Pronto, acabou o problema. Já no Rio Grande do Sul, o temporal que matou gente e desabrigou milhares, foi 40 vezes menor do que qualquer temporal do inverno passado. E ainda é outono.

CASAMENTO REAL
Essa festa rica é apenas o lado brega da sociedade medieval que vive na Inglaterra de hoje.   

TV CONTRACULTURA
A TV Cultura, do estado de São Paulo demitiu o maestro Julio Medaglia. Foram 24 anos de casa que saíram pela porta da rua. A direção da TV agora deve contratar um DJ qualquer para dar uma sacudida na programação, cuja sintonia balança em forma de traço.      

18 de abr de 2011


AÉCIO NÃO É LULA

Aécio Neves foi flagrado com carteira de habilitação vencida e recusou o teste de bafômetro.

Afinal, o que estava vencida a carteira ou a pasta de dente? Assessores do agora mais candidato do que nunca ao Palácio do Planalto, dizem que o desodorante do guarda é que estava vencido e prejudicava visivelmente o ar de qualquer pulmão; garantem ainda que o carro é que era movido a álcool e não o motorista. 

Alegam que, ao chamar um taxista para dirigir seu veículo, o crime de Aécio pilotar uma Land Rover em zigue-zague prescreveu. As fontes cometem a inconfidência de que ele pagou a multa de R$ 957,70 para evitar desperdício de dinheiro público com os custos do aparelho que determina o grau de alcoolismo do seu soprador.

Os outros R$ 191,54 ele pagou e não bufou, mas de acordo com os mesmos porta-luvas, esse delito também já estava caduco por decurso de prazo, posto que se referia ao perímetro em que Aécio já "havia dirigido" com carteira vencida. Explicam e pronto:

- Tanto é que o Dr. Aécio parou, assim que o pessoal da blitz mandou. Dali em diante, ele não dirigiu um centímetro sequer sem habilitação.

Os mesmos confidentes mineiros garantem que não vão recorrer: - É mais uma contribuição para os cofres públicos nessa ainda distante véspera de eleição. 

RODAPÉ - Se fizesse como Lula, Aécio Neves jamais seria multado. Era só beber sempre e nunca dirigir coisa alguma. 


Para todos os efeitos...


EFEITO VÔLEI FUTURO
Foto: Reprodução/Twitter Serginho BBB 10
Serginho BBB-10 leva tudo na esportiva. Ele que já havia, como gosta de dizer, "se jogado" numa festa com Diego Hypolito, agora se deixou "jogar" numa casa noturna de São Paulo - só para tuítar depois - com Richarlyson, jogador do Atlético/MG. Serginho, astro passageiro do reality show business gosta da companhia de atletas. A propósito, Richarlyson é o de camisa rosa-choque, mesma cor das camisetas com que o Vôlei Futuro, de Araçatuba entrou em quadra outro dia, em desagravo aos gritos homofóbicos da torcida do Cruzeiro contra o pivô Michael que saiu do armário. Efeito Michael? Efeito Volei Futuro? Efeito Araçatuba? Para todos os efeitos, a edição sai travestida de pink panther para não perder a ocasião.


COPA LIVRE

Cada vez fica mais evidente que o Brasil é mesmo o País do Futebol. Nem o Garrincha, nos bons tempos de General Severiano, nem o Neymar agora lá na Vila Belmiro, seriam capazes de dar um drible tão objetivo quanto esse time de governantes e cartolas acaba de aplicar nas licitações para as "obras" do Mundial em 2014. 

Nenhum árbitro, de Armando Marques para cá, faria vistas grossas tão perfeitas quanto esses manipuladores do dinheiro público farão até o pontapé inaugural da Copa.

O governo que, sob a palavra de honra de Lulas e tapiocas, não entraria com um centavo nesse jogo de cartas marcadas, acaba de abrir a copa. Do pescoço pra baixo, tudo é canela.


PLEBISCITO, JÁ!

Zé Sarney, o marimbondo de fogo imortal, quer plebiscito já em junho sobre o desarmamento.

Essa manobra para disfarçar a inércia, incompetência e descaso do governo e do Congresso Nacional a respeito da in/segurança no Brasil, é um milhão de vezes menos útil e dois milhões menos urgente do que um referendo popular imediato sobre o fim do sistema parlamentar bicameral no País.

Perguntem ao povo, agora em junho mesmo, o que ele acha de fechar amanhã mesmo o Senado Federal.


SANDUBA DE MACONHA

Dessa vez foi o neófito e oportunista Paulo Teixeira, aprendiz de líder do PT na Câmara quem enfiou os pés pelas mãos numa das mais pungentes promessas que elegeram Dilma. O fanfarrão boquirroto defendeu o uso da maconha, em flagrante desrespeito à campanha contra o crack e as drogas promovida pela primeira-presidenta.

E, sem papas na língua ainda enfiou o dedo na menina dos olhos de nove em cada brasileirinhos que ainda não foram atingidos por uma bala-perdida e tresloucada:

"Talvez o maior crime seja você comer um McDonald's. Isso é gravíssimo. Cabe ao Estado dizer que faz mal à saúde. Não existe crime de autolesão. Se eu quero, eu posso usar, tenho direitos como usuário. E isso o Estado não pode te negar".

Dilma já mexeu com os água-pés.
Quer saber se o beócio do seu líder na Câmara tem ou não um projeto efetivo de servir sanduíches na merenda-escolar recheados de maconha ao invés de alface.

RODAPÉ - Qualquer um pode abrir a boca e dizer qualquer coisa sobre uso, abuso, compra e venda de drogas no Brasil. Até mesmo um papalvo farofeiro como esse líder que arranjaram para a Dilma. Enquanto prenderem apenas o traficante, os usuários continuarão viciados. Não há traficante sem consumidor. O consumidor garante o mercado e o mundo da droga.

PROBLEMA INTESTINO - O PT de São Paulo acaba de vetar aproximação com Kassab. Isso vai dar bolo fecal. Kassab ainda tem muito cargo para distribuir na capital paulista. Petista não pode ver uma vaguinha à mostra. Em seguida vira a casaca. Logo o partido vai ter convulsão intestina.
 
POVÃO DE HOJE - Especialistas juram que a nova classe média pode pautar eleição no Brasil. Agora, com quase 100 milhões de pessoas endividadas até o pescoço, a classe representa mais de 50% dos eleitores. Era disso, "Seu" Encarnado, que FHC estava falando. A propósito, essa nova classe média é branca, negra, ou tico-tico no fubá?!?
 
PEDIR PRA QUEM?!? - Carlos, um herói da Baía dos Porcos, vive hoje como mendigo nas ruas de Havana. Ex-tenente, com 72 anos, o cubano pede dinheiro para comer. Coitado, não tem onde cair morto e, muito menos, a quem pedir dinheiro em Cuba. (Reportagem de Ricardo Galhardo, no iG).
 
AGORA VAI - Hillary Clinton ofereceu, em nome dos Estados Unidos, apoio ao Japão. Agora sim, o Japão vai parar de tremer.

CAMPANHA PRESIDENCIAL DE 2014

CAMPANHA PRESIDENCIAL DE 2014 
Aécio Neves e Zé Serra são candidatos à Presidência da República em 2014. Pronto, a oposição já começou com tudo a campanha de reeleição da Dilma.

RONALDINHO ERROU DE PROPÓSITO

RONALDINHO ERROU DE PROPÓSITO
A torcida do Flamengo não perde nunca o otimismo. Ontem mesmo na saída do estádio, o velho torcedor dizia para o filho com 11 ou 12 anos, já fanático: "Rezei pro Ronaldinho errar aquele penalti. Agora, em vez de enfrentar o Olaria, vamos pegar uma barbada, o Fluminense". Enquanto isso, na saída do vestiário, a primeira-presidenta Patrícia Amorim cumprimentava efusivamente Ronaldinho Gaúcho.

OBA, ESTÁTUAS DE GUERREIROS!

OBA, ESTÁTUAS DE GUERREIROS!
Nos seus últimos momentos na China, Dilma visitou o Parque de Xian, Oitava Maravilha do Mundo. É um Exército de terracota. Estátuas de guerreiros. Ainda bem que não eram daquelas esculturas de virilidade que Silvio Berlusconi faz qualquer moçoila bunga-bunga beijar nas suas festinhas de fim de semana.

PITONISA DE AEROPORTOS

Miriam Belchior, ministra do Planejamento de Dilma, viuva de Celso Daniel, de quem já era Ex quando ele foi morto misteriosamente pelo lixo de Santo André, continua dizendo que "o Brasil não vai passar vergonha com seus aeroportos na Copa". Diz isso assim como se a engenheira de alimentos que é fosse também uma grande arquiteta de obras prontas. Belchior na verdade é encarregada de tocar as obras do PAC. Está por enquanto com menos de 3% das pedras fundamentais e das promessas "inauguradas" pelo governo Lula e pela mãe do PAC. Na prática, Belchior é a madrasta do plano de aceleração do crescimento. Mais que isso, pitonisa. Constrói e adivinha o futuro.

MANTEGA NO SETOR DE COMBUSTÍVEIS

Guido Mantega acaba de garantir que a gasolina não vai subir em abril. Daí se tira duas conclusões: 1) Ele não combinou com Palocci; 2) está tudo certo para maio.

A CADA 2 Lt DE GASOLINA, O GOVERNO BEBE UM

A CADA 2 Lt DE GASOLINA, O GOVERNO BEBE UM
A R$ 2,89, o litro da gasolina em São Paulo custa 70% mais do que em Nova Iorque e 105% mais do que em Moscou. Isso quer dizer que, em Brasília, é a mesma coisa, o mesmo descalabro. Na capital do país o combustível está custando ainda os mesmos R$ 2,89 paulistanos, mas já está doidinho para chegar aos R$ 3. E, se você não sabe, seu motorista aloprado, toda vez que você sai de carro o governo está bebendo a seu lado. Para cada dois litros de gasolina, um o governo toma todinho e ainda sobra para a reserva. O governo cobra 57% de impostos sobre a gasosa. Então, a cada 100 litros, 57 vão para as burras públicas. É do seu carro que sai o pagamento de salário e as farras dessa pandilha toda que ocupa cargos sem concurso e sem corrida. É duro saber que a gente vai trabalhar e ainda leva o governo de carona todo santo dia. Se os Estados Unidos pagassem gasolina com dinheiro brasileiro, o litro sairia lá para eles a R$ 1,67. Pergunte, só por perguntar, quanto é que ganha por mês um conselheiro da Petrobrás. Se não bater nos R$ 80 mil, dá na trave.

RIO NÃO TEM MAIS BAIXA TEMPORADA

RIO NÃO TEM MAIS BAIXA TEMPORADA
Grandes coisas. O Brasil inteiro está em alta temporada nos supermercados desde que Dilma ficou com a herança bendita do seu criador. A cesta básica não sabe o que é baixa temporada desde 1° de janeiro.

HU JINTAO?!?

HU JINTAO?!?
Dilma, na China: "What is mesmo your name, meu senhor"? E o primeiro-ministro chinês brindando: "Hu Jintao!"... Dilma entra logo no assunto: "Hu! Jintao? Pensei que era um banquete"! E brindou em seguida: "Hu! Hu! Vamos Jintao então". (Foto: Stuckert F°/PR)

IMPASSE COM SABOR DE DERROTA

IMPASSE COM SABOR DE DERROTA
Ninguém sabe o que não ficará pronto primeiro antes da Copa: os nove aeroportos ou o novo Maracanã.

KADAFI PASSEIA PELAS RUAS DE TRÍPOLI

KADAFI PASSEIA PELAS RUAS DE TRÍPOLI
Muar Kadafi deu um passeio de carro ontem pelas ruas de Trípoli. Não podia perder o espetáculo do massacre que vem cometendo contra o povo líbio. Ele foi tripolidiar os ataques aéreos da OTAN.

PAPAGAIO! UM BATFURO

PAPAGAIO! UM BATFURO
Essa é boa para a Maria do Rosário, ministra dos esqueletos nos armários: o historiador Hugo Studart garante que "Exército tinha espiões na guerrilha do Araguaia". Papagaio!... Tinha sim, Zé Genoíno sempre soube disso. É também uma supermissão para Batman & Robin: um batfuro!

13 de abr de 2011

PARTIDO DE KASSAB DECEPCIONA

Reprodução/AE
Pronto, o partido de Gilberto Kassab foi lançado na Câmara com adesão de 31 deputados. Já começou causando duas grandes decepções:  1) naquele exato momento, o cara que estava a 120 metros de altura agarrado no mastro e queimando a bandeira na Praça dos Três Poderes não era o Kassab;  2) lançaram o partido e não os deputados.

JUSTIÇA MINEIRA NÃO SOLTA GOLEIRO BRUNO

A Justiça de Minas acaba de negar o pedido de habeas corpus do goleiro Bruno Fernandes. Ele responde a acusações de que teria participado do assassinato de sua ex-namorada Eliza Samudio. Bruno está preso na penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Bruno foi condenado em dezembro de 2010 a quatro anos de prisão por sequestrar a Eliza, em 2009. Dizem que o jogador teria forçado a namorada a ingerir substâncias abortivas. Mas o que ela tomou mesmo foi chá de sumioço. Ele responde na Justiça por isso também. E mais: é acusado de sua morte. O corpo de Eliza até hoje não foi localizado.

Alguns homomaníacos já se movimentam no sentido de impedir que Bruno seja processado também como mentor das manifestações homofóbicas da torcida do Cruzeiro contra o pivô Michael do Vôlei Futuro.

Seus defensores alegam que não é só porque o rebuliço do arco-íris aconteceu em Contagem - sede do jogo e do bando de Bruno - que o goleirão tem que levar a culpa. Mais um efeito colateral: agora mesmo é que Bruno não voltará tão cedo ao gol do Flamengo. E nem o Corinthians quer nada com ele.

12 de abr de 2011

PALPITEIRO INFELIZ - Outra marca do Zorro na relação criatura/criador: Marco Aurélio Sargento Garcia, uma das heranças benditas, está cada vez mais gelado no governo. Já não é o grande palpiteiro internacional que reduzia o Itamaraty a um ministério de segundo escalão. No que toca ao presidente anterior, Dilma é muito mais Patriota.

IGUALDADE SOCIAL - Aí então, Dilma ordenou ao Congresso que aprovassem o salário mínimo de R$ 545. Logo a seguir o auxílio-reclusão, mais conhecido agora como bolsa-cadeia passou para R$ 810. O pessoal do Bolsa-Famiglia já está pensando que ser bandido é uma boa. Os aposentados e pensionistas da im/Previdência, então, nem se fala. Querem a carcaça de FHC que inventou o fator previdenciário, comer o fígado de Lula que o consagrou e esperar sentados que termine o governo Dilma que simplesmente os desconhece.

DESARMAMEM OS CRIMES ORGANIZADOS - Foi terrível o massacre de Realengo. Ninguém tem dúvida. Esses piscóticos, bi-polares, tresloucados que surtam são um risco enorme à sociedade. O pior, no entanto, é que eles não constituem o maior perigo para todos nós. O mal maior está no crime organizado das ruas e no crime organizado estatal. É contra esses dois tipos de bandidos que, de imediato, se deve mover a campanha de desarmamento. Os psicopatas eventuais nos atacam só quando surtam.

ISONOMIA - Pronto, Tiririca devolveu o dinheiro daquela palhaçada num resort de luxo no Ceará. Confirmado, então: o palhaço apenas seguiu o exemplo dos mais velhos. Fez a mesma coisa que o Pedro Novais, o farrista octogenário ministro do Turismo de Dilma. Esses deputados vão ter que dar um jeito. Não dá mais pra continuar sem cartão corporativo do governo. Isonomia, já!

ENTREGUE O VOTO - Para quem não tem nada mais o que fazer, nada como uma campanha contra o desarmamento. Os deputados agora querem antecipar para maio um novo referendo popular para saber se o povo prefere andar armado ou não contra os bandidos. Resta saber se a campanha vai tirar também o voto do eleitor, única arma que o povo para enfrentá-los.

PRENDA SEM BURCA - Prenderam o renitente presidente da Costa do Marfim que não queria largar o osso. Gbagbo estava de cara limpa quando foi preso.

Sua captura explica, em parte, a preocupação do governo francês com o uso da burca. Se Gbagbo estivesse usando uma, não seria reconhecido.

Aqui, no Brasil, já faz muito tempo, o agora governador dos gaúchos Tasso Genro, não deu chance para o azar. Quando viu a coisa preta, vestiu-se de prenda e se mandou lépido e faceiro para as fronteiras do Pampa. Estava tão bem caracterizado que escapou ileso. Agora taí ó, é até governador. Burcas e vestidos de prenda tem lá sua razão de ser. Os franceses sabem disso.

VOX POPULI - Bono Vox, vocalista da banda U-2 passou a tarde de ontem em um hotel de São Paulo com o Seu Encarnado - Alter Ego de Lula o que não desencarna do governo.

Já pensou em que estado de espírito ficaria o ex-presideus se Bono Vox, depois de ser recebido por Dilma no Palácio, fosse embora sem falar com o dono da organização não-governamental Cidadania, logo agora que está prestes a mudar de nome?

Com o encontro de ontem, Seu Encarnado voltou às boas, Tudo empatado. É como ele sempre diz "Bono Vox, Vox Populi".

Em 2006 Bono Vox doou uma guitarra para o falecido programa Fome Zero. De lá para cá não se teve notícias do seu paradeiro. Saiu de cena. E o Fome Zero também. A propósito, aqueles 11 caminhões de mudança já foram descarregados?

11 de abr de 2011

FRANÇA PROIBE VÉUS E BURCAS QUE COBREM O ROSTO

Reprodução/Getty Images
Dia 11 de abril de 2011 - A proibição oficial sobre o uso do “niqab” ou “burca” entrou hoje em vigor na França. As infratoras pagarão multa de 150 euros. Um caloroso debate precedeu esta decisão do governo francês e o primeiro dia de funcionamento da lei foi marcado por uma passeata e 3 prisões de mulheres que trajavam o véu integral.

Reprodução
Motoqueiro de capacete pode!

O LEVA E TRAZ - NEGÓCIOS DA CHINA

Está no Blog do Planalto:

A China é hoje o principal parceiro comercial brasileiro. Em 2010, o Brasil exportou para os chineses US$ 30,785 bilhões e importou US$ 25,593 bilhões, resultando em superávit de US$ 5,192 bilhões. As vendas externas para a China, no ano passado, cresceram 46,57% em relação ao montante exportado em 2009 (US$ 21,003 bilhões).

Os principais produtos brasileiros comprados pelos chineses no primeiro bimestre de 2011 foram minérios de ferro não-aglomerados (US$ 2,115 bilhões), óleos brutos de petróleo (US$ 712 milhões), minérios de ferro aglomerados (US$ 319 milhões), pasta química de madeira (US$ 170 milhões), ferronióbio (US$ 82,731 milhões), outros grãos de soja triturados (US$ 52,941 milhões), frangos congelados (US$ 50,012 milhões), pasta química de madeira para dissolução (US$ 38,938 milhões), aviões/veículos aéreos mais pesados (US$ 32,439 milhões) e óleo de soja em estado bruto (US$ 27,134 milhões).

RODAPÉ DO 4° PODER -  Os principais produtos chineses comprados pelos brasileiros no primeiro bimestre de 2011 são todos encontrados ali, na 25 de Março, centro de São Paulo - nas proximidades da Cracolândia. Os números são incontáveis, incríveis, extraordinários.

DILMA NA CHINA E DINAMITE NO RIO

Pronto, o avião da presidenta Dilma já está na China. Desceu com 300 empresários de carona. Não se tem notícia de qualquer amiga clandestina de nenhum piloto infiltrada na comitiva. É uma viagem de negócios.

Bem mais comedida que seu antecessor, a presidenta vai ficar seis dias conversando com o governo chinês. A idéia é trocar figurinhas. Produtos daqui, mão-de-obra dali; porcelanas legítimas, quinquilharias, essas coisas. Tudo pode dar certo.

Quem não aparece no séquito brasileiro que percorrerá fábricas de equipamentos digitais é o chefe dos mensaleiros, diretamente interessado no assunto banda-larga - menina dos olhos de Dilma e que tem tudo a ver com a tecnologia da ZTE, fábrica de Xian que será visitada pela primeira-presidenta.

Uma coisa já se sabe: o Brasil nunca vai chegar aos pés da China em matéria de pirataria. Aqui, a turma ganha com o bolsa-família três vezes mais sem trabalhar do que os chineses trabalhando 15 horas por dia. Não há produção de radinho, relógio, CD Player, celular e minicomputador que resista a um salário assim.

Nesse meio tempo, enquanto Dilma está no país que inventou a pólvora, o Vasco da Gama, de Roberto Dinamite, ganhou mais uma e está com tudo no campeonato carioca. Ah, sim... A esposa de Michel Temer é a primeira-dama do Brasil.

10 de abr de 2011

VOLTA ÀS RUAS - Ricardo Neiss, o Serial atropelador de 17 ciclistas em Porto Alegre vai responder processo em liberdade. O desembargador Odone Sanguiné, que lhe concedeu o habeas corpus, diz que não há qualquer indicação concreta de que Neiss ameaçaria testemunhas e vítimas, ou destruísse provas se permanecer em liberdade. Sua carteira de habilitação foi cassada. Mas vizinhos que não querem se identificar nem a pau garantem que o que ele mais gosta é andar de bicicleta.

DENÚNCIA VAZIA - Pronto, mal soltaram Ricardo Neiss - o atropelador de ciclistas gaúchos e já telefonaram de um orelhão na Praça da Redenção para o N° 190: - Socorro! O Neiss acaba de passar pedalando por aqui. A bicicleta dele não tem campaínha!

ADRIANO - O Corinthians aproveitou o domingo em São Caetano para apresentar Adriano - o Imperador aos torcedores. Primeiro, parecia o Faustão vestindo a camiseta do Timão; depois a torcida concluiu que o sacrifício que ele fazia para ir da boca do túnel à arquibancada deveria ser apenas consequência de uma boa feijoada dominical.

SÉRIE INTERROMPIDA - Rogério Ceni marcou contra o Noroeste o 101° gol de sua carreira de goleiro-artilheiro. Interrompeu assim a série que havia iniciado semana passada em busca do seu 100° penalti perdido. Foi o que bastou para um invejoso torcedor palmeirense roncar e fuçar: - Em faltas mal batidas já superou Pelé. Tem muito mais que mil.

FALCÃO NO INTER - Ex-jogador, quase comentarista e treinador de futebol, Paulo Roberto Falcão é o novo técnico do Internacional, de Porto Alegre. Enfim, a notícia que os gremistas esperavam. Era só o que o Grêmio queria para tocar flauta no próximo Gre-Nal.

O PADRÃO - Se o futebol do Inter em campo tiver o mesmo padrão dos comentários de Falcão na Globo e na RBS, filhota gaúcha da Vênus Platinada, a torcida colorada vai morrer de sono na arquibancada.

PELO ATALHO - Comovente a movimentação do vetusto Rivaldo em campo. Ele anda em campo como quem desvia os calos que tem nos pés de cada cocoruto no gramado.

O BIGODE - Nada mais relaxante do que a democracia brasileira. Não apareceu um único orador no plenário da Câmara que se manifestasse contra o corte do bigode do deputado Tiririca. Ninguém levantou sequer a hipótese de que o bigode foi raspado só depois que surgiram as denúncias de que o palhaço queria transformar seu gabinete em "Praça da Alegria".

NÃO VOLTA MAIS - Agora é sério: fontes bem informadas garantem na Gávea que o goleiro Bruno não volta mais para o Flamengo. Nem mesmo para jogar o próximo Brasileirão.

SAÚDE ?!? - Definitivamente, a campanha contra a conjuntivite não chega nem aos pés do combate à dengue. Isso que a estratégia de marketing da dengue nem se compara com a distribuição de camisinhas em tudo que é carnaval. Ah sim, a febre amarela e o mal de Chagas continuam firmes e fortes como sempre.

FOCO - Com esse clamor nacional diante de prováveis novos massacres por atiradores pirados, ninguém mais fala em bala perdida no Rio, nem em arrastões nos condomínios residenciais em São Paulo.

PERUADA - Ollanta Humalla, o candidato sem alça, que domina as pesquisas de opinião nas eleições de hoje para a presidência do Peru, está indeciso. Não sabe se incorpora definitivamente o estilo Lula de ser; ou o jeito Hugo Chávez de fazer as coisas. Se optar por ser ele mesmo, os peruanos terão três grandes chances de entrar pelo cano.

SEM SAÍDA - Se decidirem não votar nesse três-em-um, podem escolher Keiko Fujimori, filha daquele sujeito metido a Machu Pichu que usou e abusou do Peru para violentar o povo e os cofres públicos. Pobres peruanos.

Araçatuba sai do armário. Agora ficou com o Título...

No sábado, a equipe do Vôlei Futuro, da indignada cidade de Araçatuba, deu o troco para a torcida homofóbica do Cruzeiro que, em Contagem, nas Minas Gerais, esganiçou-se toda aos gritos de "Bicha! Bicha! Bicha!" para Michael, pivô do time e da celeuma toda. Vôlei Futuro 3 sets a 2 em cima do mineiros que não trocaram de fardamento. Foi a glória. 

Alexandre Arruda/Divulgação
A cidade inteira de Araçatuba - que coube no ginásio - saiu do armário. Cobriu-se com uma bandeira nas cores do arco-íris, símbolo do movimento LGBT. Uma graça.

Alexandre Arruda/Divulgação
Quem não coube embaixo da drapejante bandeira, bateu e sacudiu bexigas cor-de-rosa. Um delírio.

 Alexandre Arruda/Divulgação
A vitória de 3 sets a 2 foi a consequência inevitável da maior dignidade. O elenco do Vôlei Futuro estava uma fera. Parecia a Pantera Cor-de-Rosa. Chocante.

Alexandre Arruda/Divulgação
Mário Júnior, líbero do Vôlei Futuro, liberou geral: ele jogou com as cores do arco-íris. A camisa feita sob medida para a ocasião, lhe caiu muito bem.

Alexandre Arruda/Divulgação
De prático mesmo, o que Araçatuba pode esperar é que numa próxima eleição municipal Lula, o cabo-eleitoral dos pobres e das elites, diga o que pensa da cidade para o candidato a prefeito do PT, com a mesma rude sutileza que manifestou sua opinião sobre Pelotas ao hoje deputado Fernando Marroni quando ele concorria à prefeitura da Princesa do Sul. Não será nada demais, Araçatuba já tomou a dianteira. O título agora é dela. Campinas, penhorada, também agradece.

9 de abr de 2011

JUSTIÇA, NADA MAIS DO QUE JUSTIÇA

 "Seu" Encarnado, mal terminou a palestra para os seus colegas empresários da Microsoft, em Washington e já deu o caminho das pedras sobre o processo do mensalão - que prometeu provar que nunca existiu. É postergar o julgamento, do jeito que der, lá para 2050.
 
É isso o que mais desejam e com o que mais contam Zé Dirceu e seus 40 mensaleiros - ou mais: esse bloco é igual ao dos puxa-sacos, cada vez aumenta mais. A PF está pedindo novas investigações para o escândalo, já que novos indícios não param de surgir.
 
O ministro Joaquim Barbosa, no entanto, vai separar devidamente as etapas. Fará o julgamento deste processo que se arrasta desde 2005 e, logo depois, bota em pauta na barra do tribunal, o que ainda vem por aí. É como se fosse o julgamento de um Serial Killer que foi matando e sendo julgado e condenado, corpo a corpo, cadáver a cadáver.
 
Com crimes sequenciais tem que ser assim. A tremedeira dos candiatos à impunidade aumenta, à medida em que vem à tona o desconforto que causaram ao ministro quando enjendraram o factóide de Joaquim Barbosa, em período de licença para tratamento de saúde, ser flagrado à mesa de uma barzinho de Brasília, tomando uísque num fim de semana. Paranóia pura bem ao feitio mensaleiro. Joaquim Barbosa é ínclito e probo de sobra para confundir serenata com retreita. A vingança do ministro será fazer justiça, nada mais do que justiça.

SANTOS SEGURA NEYMAR, NEYMAR SEGURA OS MENISCOS.


Santos oferece um caminhão de dinheiro para Neymar permancer no clube. Seu salário mensal ultrapassaria um milhão de reais. Neymar deve ficar, desde que o Santos faça um seguro de 200 milhões de dólares para cada menisco do garoto. Com o que ele recebe de pancada aqui no Brasil, não há joelho que aguente. Até o Palmeiras, outro dia, ganhou do Santos...

VÔLEI SEM FUTURO: HOMOMANIA!

Bem que o Giba, vigoroso atacante do vôlei brasileiro - que interpreta com talento um jeitoso cabeleireiro em um comercial de TV - poderia pensar em mover uma ação contra os torcedores do Cruzeiro. Eles que não se metam a gritar em coro para Giba: "Macho! Macho! Macho!". Seria um jeito de honrar a amizade e mostrar solidariedade ao vilipendiado Michael, excelente jogador do Vôlei Futuro.
 
REALENGO - REAL ENGENHO DA VIDA
 
Saudade é a dor de saber que quem sempre e tanto te amou não voltará jamais.
 
MANTEIGA DÁ NISSO
MANTEIGA DÁ NISSO
Já era esperado. O dragão da inflação foi uma das heranças benditas que Lula deixou para Dilma não se entusiasmar com o segundo mandato. Agora, quem, como ela, usa Manteiga na Fazenda, só pode escorregar, ou sair manchada. 

DE/PRESSÃO

DE/PRESSÃO
José Eduardo Dutra - um dos tres porquinhos de Dilma - queria muito mais do que o nada que levou até agora. Queria uma boca-rica no Estado petista de ser que hoje domina o Brasil. Os outros dois, Zé Eduardo Cardozo e Antonio Palocci, não foram rejeitados. Não tiveram nenhum problema. Nem de/pressão. Já a pressão arterial foi alegada por Dutra para pedir licença da presidência do PT. Pediu e agora renovou. Qume ficou no seu lugar não tem as bençãos palacianas. Há uma guerra surda nos bastidores petiistas para ver que facção fica com a presidência. Bobagem, no fim vai dar aquilo que for estabelecido pela turma da Corrente Majoritária - hoje batizada de CBN pelos cardeais do partido. A banda larga petista canoniza Lula, Dilma e Zé Dirceu que ainda continua livre, leve e solto para fazer e acontecer dentro e fora do PT. Inclusive aumentar o problema de pressão de Dutra, o deprimido depreciado. Se tinha apetite para coisas da Fazenda, agora já sabe que Manteiga aumenta o colesterol.

A CARONA NO AVIÃO DA PRESIDENTA

A CARONA NO AVIÃO DA PRESIDENTA
Então, o coronel-aviador Geraldo Lyra, comandante do avião presidencial deu uma carona para aquela guria medonha, sua amiga e irmã de uma comissária de Dilma para aquelas merecidas férias momesco-familiares tiradas em Natal. Furando o bloqueio da Segurança, ela relaxou e gozou na praia durante a temporada de descanso da primeira-presidenta que - diga-se de passagem, deu carona também ao seu ex-marido. Que as providências sejam tomadas e coisa e tal. Mas, ainda que Marta mal pergunte: - Esse coronel-aviador é casado, tem filhos?!? (Na reprodução da foto do jornal Tribuna do Norte, Dilma desembarca em férias, com dois caroneiros na comitiva, pensando que só levava um).

A NOTA DE DELFIM PARA DILMA

A NOTA DE DELFIM PARA DILMA
Economistas elogiam pragmatismo dos 100 primeiros dias do governo Dilma. Delfim Netto, deu nota 9,9 para a primeira-presidenta. A propósito, Delfim Netto é aquele antigo ministro de tudo um pouco na Redentora - da Fazenda, da Agricultura, do Planejamento - quando a inflação passou dos 40% mensais. O cara é bom.

PATRÃO SEM ENCARGOS


Trouxa é quem se anima a montar uma empresa privada, sob o monturo de taxas, impostos, obrigaões fiscais e trabalhistas que o poder público brasileiro joga em cima dos crédulos empreendedores que, logo ali adiante, serão estigmatizados como "patrões" pelos políticos profissionais de portas de fábrica, travestidos de "trabalhadores".
 
O melhor é fazer como Seu Encarnado - aquele que ainda não desencarnou, nem vai desencarnar da coisa pública - e abrir logo uma ou duas organizações não-governamentais e, quem sabe até, uma rede tipo franquia, em forma de instituto, fundação, federação, confederação, ou coisa que o valha.
 
Reprodução
A artimanha livra de tributos o benemérito cidadão acima de qualquer suspeita e deixa o campo livre, leve e aberto para a obtenção de recursos, fartos recursos - sabe de onde, sabe? - das gordas tetas do governo, das dadivosas burras públicas.
 
A esperteza livra a cara dos benemerentes senhores porque só no Brasil organizações não-governamentais vivem e sobrevivem às custas do governo. Em outros países elas são criadas para fazer o que os governos não fazem.
 
O golpe é tão descarado que agora qualquer ONG se chama OSCIP - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. Assim, sim. Se já não são mais "não-governamentais", então podem meter a mão nas cumbucas públicas. Com as devidas e honrosas exceções, o luxo do lixo acaba no depósito das instituições isentas de tributação.
 
Melhor que isso, nem mesmo as empresas laranjas que servem de pomar para recolher os frutos que estão caindo de maduro na horta das entidades que de governo não tem nada, a não ser favores. Melhor que isso, nem essas igrejas de fundo quintal que, por menos ou pouco mais de R$ 500 ganham alvará de funcionamento para distribuir cadeiras cativas no céu.
 
Está bem, dia 18 de março - é preciso que se diga - o Cara registrou na Junta Comercial de São Paulo, a gloriosa LILS Palestras, Eventos e Publicações Ltda. Ele tem 98% ou 99% da empresa e seu sócio 1% ou 2% da novel iniciativa comercial.
Reprodução
Mas quem ganhou uma Land Rover zerinho da Silva, por uma palestra de 40 minutos no Clube Monte Líbano, de São Paulo, foi o Instituto Cidadania que logo ali pode atender pelo codinome de Instituto ou Fundação Lula, por acaso, da Silva.
 
Fica então o sinal dos tempos: todo aquele que registrar uma empresa de verdade, deve lançar concomitantemente uma OSCIP. É de interesse civil e público. E quem sabe até alçar-se ao quadro dos que fazem jus, a um carro blindado.
 
De resto, o que fica de bom e verdadeiro é que aquele recente registro na Junta Comercial, acabou liquidando de vez com a antiga figura do trabalhador metalúrgico - há muito aposentada - e criando para sempre o novo personagem da relação capital e trabalho: o empresário Luiz Inácio Lula da Silva - especialista em discursos e palestras. As publicações, decerto, sairão das teclas de um escritor-fantasma, o velho e diligente ghost writer de sempre.
 
Enfim, já não há como esconder o grande final desse espetáculo tragicômico: o trabalhador de vida pública, acabou como um patrão na privada.

8 de abr de 2011

AS PERGUNTAS E A RESPOSTA

Há coisas que batem na cabeça da gente e não dão volta. Esse caso da carona que o coronel-aviador Lyra Junior deu para a amiga Amanda Correa Patriarca no avião presidencial que levou Dilma e sua família para o paraíso militar praiano em Natal, nesse último carnaval, deixa no ar pelo menos duas perguntinhas. E perguntar não ofende: 1) Lyra é casado, tem filhos? 2) Amanda - penetra na comitiva - pernoitava no avião?

Divulgação
Lineage, o jato mais luxuoso, mais caro, maior e mais moderno que a Embraer "emprestou" para a primeira-presidenta realizar viagens locais e regionais.

Falou-se, só por falar-se, em duas perguntinhas, mas há outras por fazer: 3) O que vai acontecer com a carreira do comandante que não realiza voos de carreira há muito tempo? 4) O que será de Angélica, a distraída comissária da aeronave e irmã de Amanda? 5) Que Segurança presidencial é essa? 6) O que se pode esperar de um viagem de Dilma para a China? 7) Irá de Vassourão, de Transbrasil, ou pela Varig? 8) Em caso de dúvida, o coronel-aviador será mantido na pilotagem? 9) Poderá levar Amanda? 10) Ela terá direito ao cardápio, ou tão somente aos, digamos, guardanapos de bordo?

Cada resposta a uma dessas dez perguntas, vale um ponto. Cada ponto pode ser contado como grande milhagem. A milhagem pode abater no seu IPVA, ou no seu IPTU, desde que você não seja um bolsa-família que não precisa dessas mordomias.

E, então, assim de inopino e depois de tudo vem, em tom de indagação, a resposta dos mais altos escalões de quem anda em céu de brigadeiro e tem sempre uma boa saída pra tudo que o país quer saber:

- Isso é tipo de pergunta que se faça?!?

Cadê os nossos egípcios e os nossos líbios?

Você nem se deu conta. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado acaba de  aprovar proposta de emenda constitucional que retira do vice-presidente a condição de sucessor em caso de vacância presidencial.

Quer dizer, se Dilma não chegar até o fim de seu governo, Michel Temer não leva. O PMDB não leva. Quem vai levar é o PT.
Michel Temer está espantado com o quê?!?

A emenda que é bem pior do que o soneto diz que, o vice só ficará no lugar da presidenta que se mandou até que sejam realizadas novas eleições. E adivinhe só quem vai ditar as regras do pleito? Adivinhou. Assim é que, como você não se apercebeu dessa manobra, certamente ainda não se deu conta também de que conviver com o PT é viver em um regime de "a bolsa ou a vida" em que o Brasil e os brasileiros são postos de mãos ao ar a serviço do partido.

A escalafobética decisão da CCJC já está com mais de meio caminho andado no rumo da democratura. Estão faltando egípcios e líbios no nosso povo.

OS PALESTRANTES

OS PALESTRANTES
O "palestrante" Wellington Menezes de Oliveira, usou as armas que tinha para cometer a chacina da Escola Municipal Tasso da Silveira, no Realengo, Rio de Janeiro: dois revólveres de calibre 38. Em outros massacres desse tipo, fora do Brasil, outras armas foram usadas: metralhadoras, nos Estados Unidos; faca no Japão... Há palestrantes que usam a língua, um instrumento que pode cortar mais fundo que uma navalha afiada. É preciso muito cuidado antes de permitir que um palestrante entre numa escola, numa universidade, nos salões de atos de grandes empresas, em teatros e palanques. Ele pode, com a arma que tem, ferir de morte milhares de consciências, sem derramar uma gota sequer de sangue aparente. A sangria é lenta e quase sempre fatal para o povo desprevenido e indefeso. Cuidado com os palestrantes! (Imagem/Reprodução/Arte iG)

7 de abr de 2011

CPB POSTAL - Dia 16, sábado, em São Paulo, na Artech - maior feira mundial de Tecnologia da Informação, será realizado o coquetel de lançamento do Livro "CPB Postal", projeto da parceria Sérgio Siqueira (texto) e Mike Ronchi (fotos) com o Comitê Paraolímpico Brasileiro, presidido pelo jornalista Andrew Parsons - um dos nomes mais considerados no esporte paraolímpico mundial. A sessão de autógrafos começa às 17h no stand do CPB.
Reprodução/Arq.
O livro é uma coletânea de textos e imagens sobre as modalidades paraolímpicas. Cada página é editada em dobro para que seja destacada e enviada como cartão postal, sem prejuízo do exemplar que fica em poder do dono. Assim fica, como diria Behrensdorf em sua ala neste nosocômio - um livro a cada estante.

Esta é a quarta obra editada por Sérgio e Mike. A primeira foi "Paraolímpicos, os Deuses de Atenas" - sobre a participação do Brasil nos Jogos de 2004, na Grécia; a segunda, "Dinastia Paraolímpica - Pequim 2008", tratou da Paraolimpíada da China; a terceira foi "Brasíl Postal - Vi Vendo Brasília com Bons Olhos" - projeto da Editora Senac-DF em homenagem ao cinquentenário de Brasília.

Esta agora, "CPB Postal" integra-se ao programa de marketing do Comitê, elaborado sob a coordenação de Fred Motta com vistas a Londres 2012 e aos Jogos de 2016, aqui no Brasil.

5 de abr de 2011

Assim o Vôlei não tem Futuro

Essa coisa de dividir o país em Brasil dos ricos e Brasil dos pobres; Brasil dos brancos e Brasil dos negros; Brasil das elites e Brasil dos excluídos; Brasil dos patrões e Brasil dos empregados; Brasil dos machos e Brasil dos gays já está virando um troço esculhambofólico.

Foto/Div. Ricardinho e Michael (Dir).
Bastaram oito anos de poder para a esculhambofobia ganhar proporções que beiram não só a histeria, como a babaquice consentida em nome do politicamente correto, justamente num país em que a política de séria e de correta não tem nada.

O Pior de tudo é que o país que deveria ser dividido em Brasil das Pessoas e Brasil dos Políticos, não tem jeito de ser viabilizado, por absoluta falta de vontade política e de indignação popular. O brasileiro já está acostumado a ser tratado como pária por essa raça intocável, imune e impune.

Agora, é a vez da Superliga masculina de vôlei provar que dessa água não bebe. Michael, jogador de mais de dois metros de altura, que atua no time do Vôlei Futuro, queixa-se de que foi perseguido por gritos homofóbicos e organizados durante o jogo de sexta-feira passada contra o Sada/Cruzeiro, na cidade de Contagem (MG).

Reprodução/ Ministra Matilde
Não que por isso seja um herói, mas Michael teve a, digamos, ombridade de admitir na terça-feira também passada à equipe do Lancenet que é homossexual.  
É opção dele, ora essa. Mas ele acha que sua escolha, facilmente revelada nos gestos, não precisa nem deve ser comentada em público, muito menos usada como um tipo coletivo de agressão pessoal. Ele disse que foi chamado de "bicha" pela maior parte dos torcedores presentes no ginásio, em coro.

Michael, excelente jogador, sentiu-se dimunuído e achincalhado por isso. Não soube fazer do limão uma limonada. Era só transformar, com o seu talento, a ignara massa ululante em ferramenta de marketing. Desse jeito, os seus detratores vão se encher de razão e acabar achando que gay não serve para jogar vôlei, ou qualquer outro esporte de alto-rendimento.

Melhor fazer como fazem os árbitros de qualquer modalidade esportiva popular, como o futebol e o vôlei, quando são chamados o tempo todo de filhos disso e daquilo, filhos dessa e daquela.

Tem juiz que não é nada disso, mas é chamado pelas arquibancadas em peso de tudo que não é. Mata no peito e sai apitando a torto e direito. O árbitro que é mesmo bom e batuta, não tá nem aí. A coisa já não era mesmo novidade no bar da esquina, nem na barbearia do Zé das Toucas...

Reprodução/ Ministro Edson Santos
Tá, reconhecer é preciso, é mais comum ver-se um juiz filho da mãe num estádio de futebol do que um jogador de rede com alma bem mais sensível numa quadra de vôlei. Isso, porém, não cala, nem dá bons modos às arquibancadas. Não é esse tipo de hostilidade própria das paixões exarcebadas do esporte de massa que mudam o comportamento, a performance em campo, ou na quadra.

Nem é batendo pé e reclamando que os malcriados vão ser bem comportados e parar com os excessos. Torcida é assim. Não tem como xingar de maneira politicamente correta. Então, não é torcida; é claque. E uma quadra de vôlei não será uma quadra, será mais um palanque para quem tem orelhas só para os aplausos.

Essa invencionice do Seu Encarnado - Aquele que ainda não desencarnou do governo - de repartir o país em Brasil dos homens e Brasil das Mulheres; Brasil assim e Brasil assado é que vem causando essa esculhambofobia toda.

Reprodução/Ministra Luiza Bairros
Não é nada, não é nada, qualquer dia os branquelos vão reclamar porque a Dilma fez o que Lula sempre fez e nomeou um titular afro-descedente para o Ministério da Igualdade Racial. Desde que, em 2003, foi criada a Secretaria da Promoção da Igualdade Racial, não deu um branco na pedra. Nem é preciso. Como o próprio organismo estatal com status de ministério também não é preciso, nem tem a menor necessidade - a não ser a gloriosa missão de consgrar-se como mais um enorme cabide de emprego.

Voltando à vaca fria, lá em Contagem onde não deixam as cinzas de Zé Alencar descansar em paz, o árbitro não relatou a homofobia na súmula.

O Vôlei Futuro, no entanto, encaminhou no mais típico choro de perdedor, um relatório ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do vôlei e está cobrando providências. A bronca é contra a torcida organizada do Cruzeiro, composta na oportunidade por homens, mulheres, crianças e, pelo visto, nenhum homo sapiens.

Tiririca no Ar

Nesta segunda-feira no meio de uma boa dentada no pão com manteiga, presunto, queijo e uma boa média que não era requentada, Dilma encheu a boca no hilário programa Café com a Presidenta: "Agora, só não estuda quem não quer estudar". Pronto, foi só o Lula descer a rampa do Palácio para ter que ouvir essas coisas. Até parece que ele vai querer trocar os cachês de R$ 200 mil que ganha por discurso, por uma bolsa-escola.

4 de abr de 2011

Com o nosso chapéu

Do site Cláudio Humberto, hoje:

Lula distribui R$ 61 bi para 27 países em 2 anos
Somente nos dois últimos anos de seu governo, o ex-presidente Lula distribuiu mais de R$ 61 bilhões do contribuinte brasileiro para 27 países, a maioria na América Latina, sendo oito na África, para além de algumas das mais tenebrosas ditaduras, como Líbia, Síria e Irã. Parte expressiva dos recursos saiu do Brasil por meio de financiamento do BNDES, para obras tocadas por empreiteiras favoritas do governo. (Veja o complemento da notícia. Clique: http://www.claudiohumberto.com.br/)

RODAPÉ - E o governo ainda tem o caradurismo de alegar que o fim do fator previdenciário abriria um rombo na Previdência Social. A cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU vale mais que os aposentados e pensionistas brasileiros. Para pagar a gandaia de Lula, o Seu Encarnado Perdulário, Dilma banca a mão-de-vaca para quem os políticos acham que está com o pé na cova e não chegam até à próxima eleição.

Com o nosso chapéu

Do site Cláudio Humberto, hoje:

Lula distribui R$ 61 bi para 27 países em 2 anos
Somente nos dois últimos anos de seu governo, o ex-presidente Lula distribuiu mais de R$ 61 bilhões do contribuinte brasileiro para 27 países, a maioria na América Latina, sendo oito na África, para além de algumas das mais tenebrosas ditaduras, como Líbia, Síria e Irã. Parte expressiva dos recursos saiu do Brasil por meio de financiamento do BNDES, para obras tocadas por empreiteiras favoritas do governo. (Veja o complemento da notícia. Clique: http://www.claudiohumberto.com.br/)

RODAPÉ - E o governo ainda tem o caradurismo de alegar que o fim do fator previdenciário abriria um rombo na Previdência Social. A cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU vale mais que os aposentados e pensionistas brasileiros. Para pagar a gandaia de Lula, o Seu Encarnado Perdulário, Dilma banca a mão-de-vaca para quem os políticos acham que está com o pé na cova e não chegam até à próxima eleição.

3 de abr de 2011

Sua Casa, Sua Vida...

Deu na Folha de S. Paulo:

Ministros têm 'bolsa aluguel' de até R$ 6.680


Os 37 ministros da presidente Dilma Rousseff começaram o ano com aumento de 148% no valor do auxílio-moradia a que têm direito. Desde fevereiro, podem pedir restituição de até R$ 6.680,78 para custear hospedagem. O novo teto do aluguel corresponde a 12 salários mínimos e equivale a 25% da remuneração dos ministros.
 
RODAPÉ - É só o lide da matéria de Fernanda Odilla e Natuza Néry. O resto você pode ler e arrepiar no endereço http://www.folha.uol.com.br/ enquanto fica pensando por que é mesmo que o governo não acaba com o fator previdenciário e continua congelando salários e aposentadorias dos velhinhos da Previdência Social.

Noite de entretenimento

O Seu Encarnado, o que não desencarna da Presidência, tem nesta semana, mais duas palestras no exterior. Uma é Nos Estados Unidos, promovida pela Microsoft; a outra é no México, realizada por uma Associação de Bancos. Tanto a Microsoft como os banqueiros garantem que não sabem quanto o showman vai ganhar de cachê.

Quando falou para a LG, os coreanos lhe pagaram R$ 200 mil; no Qatar, o cachê foi um mistério; já do Clube Monte Líbano, ele saiu com uma Land Rover rumo ao seu Instituto da Cidadania.

O toque de classe da palestra de hoje em Washington, é que no programa do jantar para o Forum de Líderes do Setor Público da Microsoft diz que o evento é uma "noite de entretenimento".

O mundo ainda não sabe que no Congresso Nacional do Brasil, o deputado Tiririca é só mais um comediante do impagável quadro político brasileiro.

No Brasil, todo dia é Dia 1° de Abril

Mesmo oriunda de fortes raízes daquele PDT do tempo em que Brizola falava, a primeira-presidenta Dilma, aprendeu rápido o primeiro artigo da cartilha do PT de Seu Encarnado - aquele que ainda não desencarnou da Presidência e, sem cerimônia, diz uma coisa e faz outra.

O gasto público neste primeiro trimestre contraria, de cabo a rabo, o discurso de Dilma. Não é nada, não é nada, a velha turma nova que assumiu o Brasil gastou R$ 13,2 bilhões a mais com a própria banda do que foi jogado fora no mesmo período do ano passado. Na contramão, os investimentos tiveram queda de R$ 300 milhões neste mesmo espaço de tempo perdido.

Em contrapartida, o governo Dilma que achou muito bom confrontar a aprovação popular de 56% dos entrevistados pela dupla CNI-Ibope com os 51% de cartaz que tinha o governo anterior, é o mesmo governo que agora diz que "comparar dados é inoportuno". Para o governo, no Brasil todo dia é Dia 1° de Abril. 

2 de abr de 2011

Ali Babá e a Elba

Seu Encarnado, aquele que ainda não desencarnou da Presidência, desceu a rampa no dia 1° de janeiro deste ano, dizendo que ia fazer e acontecer até provar, com toda força que o "mensalão" era uma farsa.

E por que razão, tendo tanta coisa pela frente que deixou de fazer quando estava no Palácio, ele queria se dedicar a "desmarcarar" o maior escandalo de um governo na história do Brasil? Por puro amor e carinho a Zé Dirceu e seus 40 mensaleiros é que não seria. O mais provável é que estivesse incorporado ao rolo. Melhor seria tirar o corpo fora nessa batalha em causa própria.

Agora, porém, já começam a aparecer os indícios de que havia um Ali Babá que bradava a frase mágica "Abre-te Sésamo"! É que saiu o relatório final da Polícia Federal confirmando a existência do mensalão no governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

A PF levou seis anos investigando a maracutaia, enfim, concluiu que o Fundo Visanet, com participação do Banco do Brasil, foi uma das principais fontes de financiamento do esquema montado pelo publicitário Marcos Valério.

O documento da PF está na revista Época desta semana. A reportagem acaba com a promessa feita em tom de basófia pelo ex-presideus de provar que o mensalão nunca existiu; que ele seria uma farsa montada pela oposição.

O relatório dos Intocáveis nacionais mostra, tintim por tintim que, dos quase R$ 350 milhões saídos das burras públicas do governo Lula diretamente para as lavanderias de Valério, os recursos que mais se transformaram em pagamentos políticos eram ensaboados pelo fundo Visanet.

E, quem comprar a Época vai ler bem direitinho, que o trabalho da PF confirma que o segurança Freud Godoy, que era pau pra toda obras de Lula nas campanhas presidenciais de 1998 e 2002, recebeu R$ 98,5 mil do esquema do valerioduto.

E é justamente aí que a porca começa a torcer o rabo; o ronaca e fuça, é na direção do até então intocável pelos Intocáveis. Aparece no relatório que Freud saiu de cima e contou primeiro à PF que se tratava de "pagamento dos serviços de segurança prestados a Lula na campanha de 2002 e durante a transição para a Presidência".

Só isso já serviria para revelar uma ligação íntima de Lula com o mensalão. Logo depois, no depoimento aos Federais, Freud deu com a língua nos dentes que o dinheiro serviu para cobrir parte dos R$ 115 mil que lhe eram devidos pelo PT. Quer dizer, sujou. Isso aí já é mais promíscuo do que aquele amor fatal de Fernandinho Beira-Collor com uma simples e fajuta Elba.

Esse relatório vem na contramão do rumo que Zé Dirceu vem querendo dar ao julgamento do processo que corre desde 2005 no Supremo Tribunal Federal. E bate de frente com a ameaça do Seu Encarnado que rouquejou com força que o mensalão era farsa. Agora que já existem ligações de primeiro grau, aquele que ainda não desencarnou da Presidência, já pode gritar às escâncaras e a céu aberto diante do habitual esconderijo: "Abre-te Sésamo"!

ENTREMENTES...

A banda governista, se adianta e desdenha do relatório final da PF e, do alto de seus maiores índices de credibilidade e do mais rígido comportamento ético, desmente a Polícia Federal e diz que o documento "não altera a versão petista". Então, tá tudo dominado. O PT falou tá falado. O PT não mente.


E muito menos mente, ou falta com a verdade, o ínclito deputado petista Candido Vaccarezza, líder do governo na Câmara. Ele não consegue esconder, no entanto, que houve um erro confesso: o Caixa 2.

Explica, mas não justifica: "O que eu posso dizer é que não houve transferência de dinheiro público, muito menos a acusação do procurador de formação de quadrilha". Vaccarezza está certo; a PF é que está errada. Ah, bom.

Marketing de Bolsonaro

Depois que esculachou de tudo um pouco e liquidificou racismo, democracia, ditadura no maior frapê de asnices, o boquirroto deputado Jair Bolsonaro está prestes a perder sua assessoria de marketing. O marqueteiro diz que é pior ser seu empresário midiático do que do atacante Adriano, hoje do Corinthians por algumas semanas.

56% DE DILMA E DOS APOSENTADOS

A mesma dupla dinâmica de sempre CNI/Ibope realizou mais uma pesquisa de opinião. E para quem gosta de histórias de heróis em quadrinhos, garante que 56% aprovam o governo Dilma. No mesmo período o reinado de Seu Encarnado, aquele que ainda não desencarnou da Presidência, teve o sugestivo 51 de aprovação.

Neste dia 4, o preço da cerveja, do refrigerante e da água mineral sobe 15%; neste mesmo abril a conta da luz vai ficar até 18% mais cara. O pão, o açúcar, o álcool de cozinha e dos postos de abastecimento, já estão pela hora da morte.

Só resta um pit stop para não esquecer que 56% não é um percentual que inclua todos os brasileiros; só os "entrevistados" pelo par impagável CNI/Ibope. Em termos reais, no duro e na batata, 56% traduzem o percentual do quanto foi saqueado pelo governo nesses últimos oito anos do bolso dos aposentados e pensionistas da Previdência que recebem mais de um salário mínimo mensal.

1 de abr de 2011

Quê nepotismo o quê!?!

A Justiça Federal do Pará extinguiu ação civil pública da OAB contra nepotismo cruzado no Pará. A Ordem dos Advogados do Brasil pedia que as contratações feitas pelo governo sem concurso fossem anuladas.


Simão Jatene garante de mãos juntas que não houve nepotismo algum e que as contratações eram necessárias ao bom funcionamento da máquina pública. Sim, sim, você não o conhece pessoalmente, mas olhando assim, de relance você acha que o governador tucano lá do Pará seria capaz de pregar uma mentira, por piedosa que fosse, fora de um dia 1° de Abril?!? Ele tem cara de raposa, por acaso?!?

A OAB relacionava na ação nada menos de 442 pessoas nomeadas pelo governador tucano Simão Jatene em cargos ligados diretamente ao gabinete. No rol estavam embrulhados seis casos de nepotismo cruzado: os nomeados eram parentes de magistrados do Tribunal de Justiça.

Ah, bom. E assim é que então tá. Tudo bem, mas tem só mais uma coisinha: no Brasil, o Poder Judiciário cada vez mais se parece com o Poder Executivo. É a harmonia dos poderes que confunde e leva a essa interdependência.