ESTE NÃO É UM ESPAÇO PARA FAZER AMIGOS; É PARA INFLUENCIAR PESSOAS.



11 de jun de 2015

DUNGA, O IMBATÍVEL
Desta feita, a vítima da Seleção do Dunga foi Honduras, um selecionado que não vai disputar nem mesmo a Copa América. E o resultado foi um acachapante 1 a 0, gol não sei de quem, que entrou pelo meio das pernas do arqueiro hondurenho. A grande novidade, em matéria de termos táticos é que Neymar entrou no segundo tempo. Mas foi só para garantir o resultado. Robinho também deu as pedaladas dele. Ah, sim... Quem entrou em campo também no segundo tempo foram as vaias para o moderno e evoluído futebol brasileiro. E de Seleção da CBF deu pra bola.

NADA DE BOM
A Câmara aprovou nesta quarta-feira mandato de cinco anos para todos os cargos e rejeitou a coincidência de eleições. Pois então, se você já esperava que desse mato não sairia coelho, sua espera está sendo perfeitamente atendida. Essa pandilha não nos representa.

CENSURA, NÃO
O Supremo Tribunal Federal derrubou ontem a censura que tinha o apelido de exigência de autorização para publicação de biografias. Essa mordaça é igual à censura que o PT vem há anos tentando impor à internet e às redes sociais, sob o codinome engendrado por Lula de Marco Regulatório das Comunicações e chamado por Dilma de Governança da Internet. Nada há que justifique essas tentativas de cerceamento à liberdade de expressão em um país que já tem na sua legislação sanções e penas previstas para os crimes de injúria, calúnia e difamação.

PIZZOLATO A PERIGO
Estou preocupado com o mensaleiro fujão Henrique Pizzolato. Ele deve ser extraditado para o Brasil na semana que vem. É que ele disse do fundo do coração que preferia morrer a curtir uma prisão no sistema carcerário brasileiro. EU ainda sou daqueles que acredito nos homens. Acho que ele vai se matar.

OPOSIÇÃO ACORDOU AGORA
A parte que toca para a oposição na CPI-2 do Petrolão agora quer a quebra de sigilo do Instituto Lula. É que, como se fossem pessoas e não políticos, eles ficaram sabendo que as empresas de Lula receberam, não se sabe bem pra quê, R$ 4,53 milhões da empreiteira Camargo Corrêa. Até parece que foi só isso, mas em todo caso os oposicionistas parece que acordaram de um sono letárgico que já dura 12 anos e meio.

LÁ SE VAI O PRONATEC
Governo Dilma Vana acaba de cortar 60% das vagas do Pronatec. Quer dizer, a fábrica de oportunidades está fechando. A menina dos olhos das gabolices sociais do governo está com catarata. E o desencanto vem em cascata.


O QUE É BOM PARA O PT
É BOM PARA O INSTITUTO LULA

No já distante dia 2 de julho de 2012, portanto há três anos dourados e nove dias precisamente, a empreiteira Camargo Corrêa depositou R$ 1 milhão na conta do PT e R$ 1 milhão no caixa do Instituto Lula. Um pra lá, outro pra cá, isso quer dizer que o salário de êxito da lavanderia é igual e nada menos do que 100%.

O PT até que nem tem tanto o que justificar, a não ser que tenha usado a grana para outros fins que não sejam campanhas eleitorais. Tratando-se da sigla que se trata, isso é inimaginável.

Já o vendedor ambulante de palestras e conferências, vai ter que explicar quanto ele cobra pela saliva que gasta nas suas orações pelo mundo afora, onde realiza seus melhores negócios.

A história, como cantaria Fafá de Belém, foi assim, como um resto de sol no mar / como a brisa da preamar / que o rolo se deu... A Camargo Corrêa que para boba não serve, registrou em sua contabilidade a doação de R$ 1 milhão para o Diretório Nacional do PT, no mesmo dia em que registrou o repasse de idêntico R$ 1 milhão para o Instituto Lula.

Mas isso não foi só. E vai ver que também não foi só a Camargo Corrêa. Mas isso ainda está no terreno das conjeturas.

No que toca às investigações até aqui da Lava-Jato, verifica-se que a Camargo Corrêa, além dessa bufunfa no dia 2 de julho de 2012, ainda pagou mais R$ 3 milhões para o Instituto Lula e R$ 1,5 milhão para a LILS Palestras Eventos e Publicidade, tanto uma como outra, organizações de Luiz Inácio Lula da Silva, entre os anos de 2011 e 2013.

A coisa só parou por que a Lava-Jato chegou. E cessou tudo que a antiga musa cantava: Foi assim / quando o mundo era quase seu / nós chegamos ao fim... Mas, sabe como é, quando a música é boa, não para de tocar. No caso desse instituto, a gente é que se coscuvilha e a música não toca.