ESTE NÃO É UM ESPAÇO PARA FAZER AMIGOS; É PARA INFLUENCIAR PESSOAS.



8 de jun de 2015

PARA TEMER, LEVY É CRISTO

Entusiasmado com o besteirol de Dilma Vana que disse não ser justo fazer de Joaquim Levy um Judas, Michel Temer blasfemou como um bom fariseu no templo do poder e comparou Levy com Jesus Cristo. Só se Levy for aquele Cristo que desfilou crucificado ontem na parada gay,em São Paulo. Esse Temer tinha mais é que parar de prestar atenção nessas marchas alegres que não levam a lugar nenhum.

PACOTÃO DE BONDADES

Nesta terça-feira Dilma Vana vai apresentar o pacotão de bondades em forma de investimento em grande obras que andam beirando a casa dos R$ 140 bilhões. O plano de investimento atende pelo nome de Pacote de Concessões. Dilma está pedindo pra levar mais um bom panelaço.

É que obra de infraestrutura no Brasil da Silva - coisa que mexe com rodovias, ferrovias, portos, aeroportos - é sinal de superfaturamento desenfreado e propina oficializada.

Cada obra terá por trás, como de hábito, o seu operador de bons negócios. E nesse ramo, ninguém trabalha de graça. Não é nada, não é nada esse pacotão tem tudo para ser mentira e o pior de tudo: é o retorno triunfal das empreiteiras enroladas até os gornes na Operação Lava-Jato.

Dilma Vana, tirando o corpo fora, numa entrevista a jornalistas franceses: "A Petrobras tem mais de 30 mil empregados e tem cinco envolvidos. O escândalo não é o escândalo da Petrobras, é de determinados funcionários de alto nível da Petrobras". Ah que bom que fosse. Só que não.

AS PROVAS,  CADÊ AS PROVAS?

Dilma Vana falava para a TV France 24. E peremptória ela disse que não tem envolvimento algum com o esquema de desvios na Petrobras descoberto pela Operação Lava-Jato: "Vou lutar até o fim para mostrar que nada tenho com isso". Olhaí só, é a velha militante no seu amargo regresso aos campos de guerrilha.

Indagada sobre a hipótese das investigações chegarem à conclusão de que ela sabia, ou estava envolvida na trampolinagem, Dilma Vana se irritou: "Eu não estou ligada. Eu não respondo a esta questão, porque eu não estou ligada. E eu sei que não estou ligada".

E então, como Dilma Vana é uma mulher de palavra, um poço de credibilidade, uma senhora que nunca mentiu antes na história desse país, a gente agora já sabe aqui no Brasil como lá na França que Dilma não está ligada.

Mas, tem um coisinha só que a gente aprendeu com ela: quem diz tem que provar o que diz. Então, com a devida vênia e com o maior respeito, a gente vai plagiar o seu estribilho: as provas, cadê as provas? Cadê as provas, dona Dilma de que a senhora não está e nem nunca esteve envolvida com as falcatruas bilionárias da Petrobras? As provas, Dilma, cadê as provas; cadê?!?

PARADA GAY COM PATROCÍNIO PÚBLICO


Coberta de razão pelo patrocínio da Prefeitura de São Paulo, da Caixa e da Petrobras, a Parada Gay na pauliceia desvairada, deitou e rolou na Avenida Paulista. Chegou ao cúmulo da insensatez ao expor aos melhores voyeurs da festa profana um transexual semi nu, interpretando o Nosso Senhor Jesus Cristo que morreu na cruz para nos salvar. Para quem, aqui no Brasil Alegre, repudia as brincadeiras com Maomé em gibis e em quadrinhos, mexer com Cristo crucificado é, no mínimo uma incoerência de desmedido mau gosto. Pior ainda, patrocinada com dinheiro das burras públicas. Quem anda atirando gays  dos terraços de edifícios é o Estado Islâmico, aqui no Brasil esse esporte ainda não tem muitos adeptos; pelo menos adeptos declarados, não. Por enquanto, não.